Com contrato de R$ 2,6 milhões, nova empresa assume coleta de lixo em Itaúna


Após três anos em contrato emergencial com a cooperada Engelife Construções, Transportes e Coleta, o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE), autarquia da Prefeitura de Itaúna e responsável pela gestão de resíduos, realizou uma licitação do serviço, com modalidade do menor preço oferecido. A ganhadora Quantum Engenharia e Consultoria, de Ouro Preto, assume a coleta de lixo molhado na cidade por R$ 2.636.016,84, em contrato de 12 meses, ou seja  R$ 219.668,07 mil por mês.

O valor mensal chega a ser R$ 41 mil a menor do que a média gasta em contrato anterior e o novo contrato pode ser prorrogado por mais cinco anos e ir até 2026. Para o procedimento, foram adquiridos seis novos caminhões compactadores, de 15 a 19 metros cúbicos.

Atualmente, são recolhidos cerca de 50 toneladas de lixo por dia no município, em três rotas de coletas. Além dos caminhões compactadores que realizam a coleta urbana, o SAAE também conta com dois veículos, contratados, de carroceria aberta para a coleta na zona rural. A autarquia também disponibiliza um outro caminhão para recolhimento de móveis e eletroeletrônicos, por meio de agendamento.

Itaúna também realiza a coleta seletiva de lixo seco e sólido, realizada pela Cooperativa de Reciclagem e Trabalho (Coopert), que chega a coletar cerca de 325 toneladas de lixo por mês.

 

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PODCAST: escuta essa!!