Polícia Civil prende vereador suspeito de envolvimento em homicídios


A Polícia Civil de Minas Gerais prendeu, nessa segunda-feira (22), um vereador suspeito de envolvimento em diversos homicídios, por meio de mandado de prisão. O parlamentar, Reginaldo Teixeira Rodrigues (Solidariedade), está em seu segundo mandato em Mateus Leme e chegou a ser presidente da Câmara Municipal. Neste ano, ele  pretendia concorrer novamente nas eleições municipais. 

Segundo apurado, o vereador é suspeito da autoria de três homicídios, e também de envolvimento em outros quatro. Ele se apresentava como policial e usava de informações privilegiadas para repassar a criminosos e também para praticar os crimes.

Com as investigações, o suspeito foi preso após ser indiciado por homicídio em um inquérito policial de 2015. A Delegada Ligia Barbieri Mantovani explica que a motivação dos homicídios está relacionada a outros crimes, queima de arquivo e política. “Agora, ele prestará declarações nos demais procedimentos investigatórios”, explicou.

Além disso, foram cumpridos oito mandados de busca e apreensão em residências de familiares do preso e de outros suspeitos de envolvimento nos homicídios investigados. Durante as buscas, foram encontrados em torno de R$ 12 mil em dinheiro, mais de R$ 100 mil em cheques, pen drives e outros materiais que serão utilizados nas investigações.

O Chefe do 2º Departamento de Polícia Civil, Delegado-Geral Rodrigo Bustamante, reafirma a importância do trabalho da Polícia Judiciária. “A repressão ao crime é realizada pela Polícia Civil de forma efetiva e independente do cargo ou posição social do investigado”, concluiu.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

53  −    =  47

PODCAST: escuta essa!!