Samu completa três anos de funcionamento com mais de 46 mil atendimentos em Divinópolis


No dia 07 de junho de 2017, às 7h, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) realizava o seu primeiro atendimento pelo CIS-URG Oeste, em Divinópolis. Até o momento, foram 28.173 atendimentos, com envio de ambulância, e 18.813 orientações médicas, ou seja, sem o envio do veículo.

De acordo com o órgão, a maioria dos atendimentos são de causas clínicas, como dores, mal estar, AVCs, hipoglicemia, etc., seguidos das causas traumáticas, como acidentes de trânsito. Já em relação ao sexo, a grande maioria dos atendimentos foram de homens, enquanto a maior faixa etária de solicitações, foram para pessoas com mais de 60 anos.

A cidade conta com duas Unidades de Suporte Básico (USB), que realizam a maioria dos atendimentos, uma Unidade de Suporte Avançado (USA) e uma Viatura de Intervenção Rápida (VIR).

O secretário Executivo do CIS-URG Oeste, José Marcio Zanardi, garante que a missão proposta pela comissão está sendo cumprida. “Parece que foi ontem, mas fazem três anos. Porque nós acreditamos, prefeitos, população, gestores, profissionais de saúde, hospitais. Tenho muito orgulho de fazer parte dessa história”, disse.

História

No dia 19 de fevereiro de 2014, na sede a Superintendência Regional de Saúde, em Divinópolis, foi realizada a fundação do CIS-URG Oeste, com a presença de Prefeitos e secretários de Saúde, dando inicio a um novo cenário para a saúde da Região Ampliada Oeste e tornar realidade o sonho do Samu na região.

Seis anos se passaram desde sua criação e ao longo desse tempo, muito trabalho e dedicação para transformar positivamente a saúde na região oeste.

“Uma Assembleia formou o Consórcio, nela fui indicado e eleito para ser o secretário executivo dele… Foi um desafio enorme! Comecei em uma salinha cedida pela Prefeitura, no prédio onde atualmente é a sede do Consórcio, com uma mesa e uma cadeira quebradas, um computador emprestado. Foi muito trabalho e dedicação para transformar o CIS-URG no que e hoje. Quem chegou depois no Consórcio, não sabe tudo o que foi feito, tantas discussões, tantas formas tivemos que nos virar aqui para poder chegar ao ponto que está hoje. O resgate dessa história é muito importante. Isso daqui foi conquistado com muito sacrifício, com muita desconfiança, porque ninguém acreditava que a gente ia conseguir implantar o SAMU aqui, somente aqueles que vestiram a camisa. É muito gratificante olhar a potência que essa instituição se transformou”, relembra José Marcio Zanardi, emocionado.

O atual prefeito da cidade de Luz, Ailton Duarte, participou deste encontro e afirma que a criação deste SAMU foi a melhor coisa em questão de saúde, de vidas humanas, dos 54 municípios.

“A gente sabe que todo início de uma instituição é muito difícil encaminhar, até começar a andar. Foram muitas idas e vindas em Brasília, em Belo Horizonte, até que se conseguiu realmente receber as ambulâncias. Foi algo realizado passo a passo, com muita dedicação de todo o grupo. Todos os municípios que integram o Consórcio ganharam muito com isso, especialmente na questão de transferências de pacientes, pois os municípios tinham um alto custo e hoje facilitou muito a porta aberta que o SAMU tem. São várias questões que trazem grande benefício para a Região Oeste.”, enfatiza.

Desde sua fundação, o Consórcio teve três presidentes. O primeiro foi Wladmir Azevedo, de 2014 a 2016, o segundo foi o prefeito da cidade de Luz, Ailton Duarte, durante os anos de 2017 e 2018 e atualmente é presidido pelo prefeito de Carmo de Cajuru, Edson Vilela.

EM CONSEQUÊNCIA DO PERÍODO ELEITORAL OS COMENTÁRIOS ESTÃO SUSPENSOS

PODCAST: escuta essa!!