Viúva Porcina (Regina Duarte) está em casa com salário de só R$ 15 mil reais enquanto aguarda Bolsonaro lhe arrumar outro cargo


Regina Duarte que viveu o antológico personagem Viúva Porcina, quem diria acabou no Irajá, e depois da exoneração do cargo de Ministra da Cultura, espera a promessa de Bolsonaro em lhe arrumar um cargo que ainda não existe, na Cinemateca, em São Paulo. O salário de Regina é de R$ 15 mil reais, enquanto na Globo como estrela da emissora, ganhava R$ 50 mil reais.

A exoneração da atriz não foi publicada no “Diário Oficial da União” e a promessa é que ela seja nomeada pelo mesmo salário como suposta chefe da Cinemateca em São Paulo.

Para isto, no entanto, há alguns problemas. Um deles é que o cargo que ela quer não existe, teria de ser criado por decreto. Além disso, ela não tem experiência no cuidado e restauração de filmes.

Para que ela possa assumir o cargo, o governo federal tem de renovar o contrato para a manutenção da Cinemateca com a Fundação Roquette Pinto ou uma outra entidade, e isso precisa ocorrer inadiavelmente até o próximo dia 8.
Caso não vá para a Cinemateca, Regina Duarte pode ser nomeada em algum cargo federal nível DAS (Direção e Assessoramento Superior) em São Paulo, com salário de também cerca de R$ 15 mil mensais.

A Cinemateca tem em torno de 150 funcionários especializados. Eles estão sem receber desde abril. O Ministro da Educação, Abraham Weintraub, cancelou o contrato com a Roquette Pinto no fim do ano passado, a apenas três dias de o documento expirar.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PODCAST: escuta essa!!