Vereador Edson Sousa autor do pedido de CPI do IPTU, reforma casa e não averba área construída no cadastro da Prefeitura para fins de cobrança do imposto


O vereador Edson Sousa, que desde 2017, ocasião em que pediu  um monte de Audiências Públicas nos bairros, e também em 2018 quando se indispôs com uma jornalista por que ele lhe perguntou se ele defendia interesses de empresários, vem impedindo que o município atualize a planta genérica de valores para fins de reajuste do IPTU, com a ilação de que os pobres vão pagar mais caro, o que, segundo técnicos da Prefeitura dizem não proceder. Sua renhida oposição é somente pela oposição, e isso faz com que a Prefeitura não tenha recursos para suas despesas mais básicas de investimentos em infraestruturas, como exemplo consertar os “infelizes” buracos nas vias públicas da cidade, entre outras necessidades como asfaltamento e recapeamento de determinadas ruas, somado ao fato que, o nobre edil entre outras inúmeras CPI por ele solicitada, também pediu uma do IPTU, para investigar os proprietários dos 26 mil imóveis, que segundo ele estariam pagando abaixo do valor da cota básica. O que o excelentíssimo vereador esqueceu de contar para a população, é que sua casa localizada no Bairro Porto Velho, na Rua Campos Sales, teve um acréscimo de área construída, popularmente chamada de “puxadinho”, e sofisticadamente de área gourmet, e ele não averbou no cadastro da Prefeitura. O que deveria ter feito para estar rigorosamente dentro da lei. Pode-se aplicar a frase, “Consertem os erros dos objetos da CPI que pedi para ser instalada, mas não me investiguem por que tenho telhado de vidro”.

O fato é de domínio público, já que está no site da Prefeitura (www.divinopolis.mg.gov.br)  e qualquer um pode ter acesso, basta que saiba o endereço do imóvel, vá até o menu “IPTU – Retire sua Guia”, entre e digite o endereço, vá no item “Localizar Código do Imóvel Predial”, digite no campo correspondente, o nome da rua, e o número do imóvel. O sistema vai processar os dados e será retornado o código do imóvel. A seguir, retorne ao menu principal do IPTU e informe esse código dentro do item “Imprimir Guia do IPTU”, no campo “código reduzido”, logo a seguir digite o captcha enviado pelo sistema (letrinhas) no respectivo campo e logo aparecerá a janela com as informações.

Que no caso do vereador, aparecerá a seguinte informação, de que o imóvel está em nome de sua esposa, com uma área total de 160 metros quadrados, no entanto só aparece como área construída 79 metros quadrados, ou seja, um metro a menos do que seria a metade do terreno. Ocorre que, a informação é incorreta, pois no imóvel, segundo informações de quem já esteve no local, nos fundos da residência tem um popular puxadinho, ou sofisticadamente chamado de área gourmet, com cobertura que liga a cozinha a tal área coberta, caracterizando uma irregularidade de não averbação da construção.

Outra situação do vereador Edson Sousa, porém dentro da lei, já que nenhum proprietário de imóvel quer seja predial ou territorial, o que é uma falha da lei, por vontade própria não pode alterar o valor venal de sua propriedade, somente através da revisão da planta genérica de valores. O fato é que ele possui um terreno de 2 mil metros quadrados, nas Chácaras Belo Horizonte, em um local bastante valorizado, que é o caminho para a Barragem do Cajurú, com valor de apenas R$ 3 mil reais, o que faz com que ele pague um irrisório valor de IPTU.

A história os julgará, e não está muito distante. Tem data: outubro de 2020.

 

 

3 comentários em “Vereador Edson Sousa autor do pedido de CPI do IPTU, reforma casa e não averba área construída no cadastro da Prefeitura para fins de cobrança do imposto

  • 12 de março de 2020 em 14:10
    Permalink

    Quando chega a época de eleições, nós eleitores ouvimos de tudo e vimos de tudo tbm.
    Um querendo arrumar a cidade toda e outros querendo acabar com todo tipo de tributos!!!
    kkkkkkkkkkk
    Mais na verdade… Isso é só para encanar a população e fazer suas cenas e ficaram como (puros e inocentes). Mais que na verdade é só fachadas e cenas para os próximos capítulos!!!
    Onde tudo será igual ou pior!!!
    Não prometa nada que vcs nunca serão capaz de cumprir para ganhar o que vcs não merecerão!!!!!!!!!!!!!!!

    Resposta
  • 19 de junho de 2019 em 18:02
    Permalink

    Se fosse só ele estava de bom tom…

    Resposta
  • 17 de junho de 2019 em 11:11
    Permalink

    Meu amigo jornalista, eu quero que você também mostre as muitas autoridades desta cidade e orgão público, que pagam também uma mixaria de IPTU, e o povo humilde com casa até 150,00 m2 pagam um valor maior de 800,00 de IPTU.
    Agora ti pergunto as autoridades nunca vão chegar até o valor de 800,00, e os povo humilde irá passar para 1.200,00 o valor do IPTU com está revisão da planta genérica.

    NÃO CONCORDO PAGAR UM APARTAMENTO TIPO(95m2), QUE NUNCA TEM COMO AUMENTAR ÁREAS, ONDE AUMENTARAM OS VALORES ABSURDAMENTE SEM NENHUM CRITÉRIO.
    EU PAGO APTO DE 8 ANOS NO BAIRRO VILA BELO HORIZONTE, VALOR MAIS DE 1.100,00, E NÃO ACHO JUSTO ESTE VALOR, FUI LÁ E RECLAMEI NESSA PREFEITURA E NÃO FIZERAM NADA ATÉ AGORA, 6 MESES JÁ.

    Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PODCAST: escuta essa!!