Estudantes da UEMG Divinópolis protestam nas ruas do centro


Cerca de 200 estudantes e professores da Universidade do Estado de Minas Gerais, unidade Divinópolis, realizaram, ontem, 27 de novembro de 2017, uma manifestação no centro da cidade para reenvidar a recondução automaticamente dos professores, até que haja concurso público para docentes.

O grupo que iniciou a concentração às 18h, no quarteirão fechado da Rua São Paulo, discursou sobre os riscos de descontinuidade dos projetos de pesquisa e extensão, caso o governo de Minas insta na agenda de realizar um processo de seleção simplificada (PSS), que tem duração de 2 anos.

Para o estudante de História e Presidente do Diretório Acadêmico, Samuel Santiago, para além da descontinuidade dos projetos, existe uma iminente possibilidade de atraso no início do semestre letivo de 2018. O líder do Movimento Estudantil explica que a reitoria já apresentou diversas dificuldades na operacionalização do PSS em 2016 e 2017. “Diversos cursos de nossa unidade tiveram o início do semestre prejudicado em 2017, com disciplinas iniciando no mês de maio. Em alguns cursos, devido à incapacidade da reitoria de realizar a seleção, disciplinas foram canceladas, afirma o presidente do D.A”.

Após as falas alternadas o grupo seguiu em caminhada pela Avenida Getúlio Vagas, realizando um ato simbólico na porta da sede regional da SEPLAG. A manifestação encerrou na Praça da Catedral.

Desde o dia 23 de novembro estudantes ocupam as diretórias Acadêmica e Administrativa da unidade.

 

 

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PODCAST: escuta essa!!