Operação desmantela grupo criminoso com policial envolvido em fraude de R$ 1,5 milhão

Publicado por: Jhenifer Gonçalves

A Polícia Federal cumpriu, nesta terça-feira (28), mandado de busca e apreensão e sequestro de bens e nas cidades de Montes Claros, Bocaiuva e Uberlândia no combate à fraude bancária no Norte de Minas.

A investigação revelou que os saques eram efetuados por meio do levantamento de créditos de precatórios a partir da utilização de documentos falsos em Montes Claros.

Continua depois da publicidade

A fraude acumula um prejuízo para a União de cerca de R$1,5 milhão sacados desde 2019.
Análises apontaram que os envolvidos estavam com documentos falsificados e prontos para a realizar mais 9 saques de precatórios que totalizariam R$400 mil.

Há suspeita de que o dinheiro auferido com o levantamento dos precatórios foi utilizado para fraudar consórcios de veículos.

Foram cumpridas medidas contra um agente de segurança pública que, no exercício de atividade policial, integrava o grupo criminoso. Por decisão da 2ª Vara Federal de Montes Claros o servidor investigado foi afastado das funções e cumpre recolhimento domiciliar controlado por tornozeleira eletrônica.

A PF prossegue com as investigações e os suspeitos responderão pelos crimes de estelionato, falsificação de documento público, associação criminosa e lavagem de dinheiro.

Entre no grupo do Whatsapp do Divinews e fique por dentro de tudo o que acontece em Divinópolis e região

comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Estamos felizes por você ter escolhido deixar um comentário. Lembre-se de que os comentários são moderados de acordo com nossa política de privacidade.

Continua depois da publicidade