Alckmin anuncia Janones, o advogado de Lula e também o ex-ministro tucano, entre outros para a transição; veja a lista


O coordenador do governo de transição e vice-presidente eleito, Geraldo Alckmin, anunciou nesta quarta-feira (16) novos nomes do grupo de trabalho. Entre eles há o deputado federal André Janones (Avante-MG), que integrará a equipe de comunicação; o advogado Cristiano Zanin, que representa o presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva, em praticamente todos processos a que ele responde na Justiça; assim como o ex-chanceler do governo de Michel Temer, o tucano Aloysio Nunes Ferreira, para o núcleo de Relações Exteriores.

Ao todo, foram anunciados 162 nomes, dos quais oito são ex-ministros, para 16 grupos técnicos: Agriculta; Ciência, Tecnologia e Inovações; Comunicação Social; Desenvolvimento Agrário; Desenvolvimento Regional; Justiça e Segurança Pública; Meio Ambiente; Minas e Energia; Pesca; Povos Originários; Previdência Social; Relações Exteriores; Saúde; Trabalho; Transparência, Integridade e Controle; e Turismo.

Alckmin afirmou que irá convidar os representantes de “todas as polícias” para participar das reuniões sobre a montagem do ministério da Justiça e Segurança Pública. Ele anunciou 17 novos integrantes para essa área, com predomínio de advogados, parlamentares e cientistas políticos.

— Constituída a coordenadoria, todas as polícias serão chamadas a participar — afirmou Alckmin, listando as Polícias Federal e Rodoviária Federal, as Polícias Militar e Civil e as Guardas Municipais.

No início de sua decçlaração, Alckmin pontuou que os temas Justiça e Segurança Pública “estão juntos nesse grupos de trabalho”. A ponderação é um indicativo de que o Ministério deve manter a atual estrutura. Durante a campanha, Lula prometeu criar uma pasta exclusiva para a segurança pública, que é bandeira antiga da bancada da bala e representantes das polícias.

Alckmin também anunciou mais dois nomes que trabalharão com a futura primeira-dama, Janja, na organização da cerimônia de posse, que acontecerá em 1º de janeiro: Gleide Andrade (Coordenação de Posse) e Fernando Igreja (Cerimonial da Transição).

Para fazer um aceno ao mercado, o vice-presidente eleito aproveitou a ocasião para dizer que o terceiro mandato de Lula “não será um governo gastador”.

— A marca do presidente Lula foi a responsabilidade fiscal nos seus dois mandatos. Não vai ser governo gastador. Mas você precisa ter um mínimo para manter a rede de proteção social, ainda mais nesse momento de crise, e, do outro lado, o funcionamento do Estado”.

Apesar da fala, o vice-presidente afirmou que a “questão da ancoragem fiscal” – a origem do dinheiro da PEC de transição — só deve ser debatida posteriormente.

— Não vai ser neste momento — disse.

Leia a lista dos nomeados nesta quarta-feira:

Agricultura

  • Carlos Fávaro
  • Evandro Bucci
  • Katia Abreu
  • Jonival
  • Luís Carlos Guedes
  • Neri Geller
  • Silvio Crestana
  • Tatiana de Abreu Sá

Ciência

  • Alexandre Navarro
  • André Leandro Magalhaes
  • Celso Pansera
  • Ildeu de Castro Moreira
  • Ila Vieira
  • Iraneide Soares da Silva
  • Glaucius Oliva
  • Leone Andrade
  • Luís Manuel Rebelo Fernandes
  • Luiz Antonio Elias
  • Ricardo Galvão
  • Sergio Machado Rezende

Comunicação Social

  • André Janones
  • Antonia Pellegrino
  • Flavio Silva Gonçalves
  • Florestan Fernandes Junior
  • Helena Chagas
  • Hélio Doyle
  • João Branco
  • Laurindo Leal filho
  • Manuela D’Ávila
  • Octávio Costa
  • Teresa Cruvinel
  • Viviane Ferreira

Desenvolvimento agrário

  • Celia Watanabe
  • Elisângela Araujo
  • Givanilson da Silva
  • João Grandão
  • José Josivaldo Oliveira
  • Luiz Henrique Gomes de Moura
  • Maria Josana de Lima Oliveira
  • Miguel Rossetto
  • Pedro Uczai
  • Robervone Nascimento
  • Vanderley Ziger

Desenvolvimento Regional

  • Camilo Santana
  • Helder Barbalho
  • Jonas Paulo Neres
  • Otto Alencar
  • Randolfe Rodrigues
  • Raimunda Monteiro
  • Tânia Bacelar

Justiça e Segurança Pública

  • Andrei Passos Rodrigues
  • Camila Nunes
  • Carol Proner
  • Cristiano Zanin
  • Flavio Dino
  • Gabriel Sampaio
  • Jacqueline Sinhoretto
  • Márcio Elias Rosa
  • Marco Aurélio Carvalho
  • Marivaldo Pereira
  • Marta Machado
  • Omar Aziz
  • Paulo Teixeira
  • Pierpaolo Bottini
  • Sheila Carvalho
  • Tamires Gomes Sampaio
  • Wadih Damous

Meio Ambiente

  • Carlos Minc
  • Izabella Teixeira
  • Jorge Viana
  • José Carlos da Lima Costa
  • Marilene Correia da Silva Freitas
  • Marina Silva
  • Pedro Ivo
  • Silvana Vitorassi

Minas e Energia

  • Anderson Adauto
  • Davi Barcelar
  • Fernando Ferro
  • Gilles Azevedo
  • Guto Quintella
  • Ícaro Chaves
  • Jean Paul Prates
  • Magda Chateaubriand
  • Maurício Tolmasquim
  • Nelson Hubner
  • Robson Formica
  • William Lozac’h

Pesca

  • Altemir Gregolin
  • Antônia do Socorro
  • Carlos Alberto da Silva Leão
  • Carlos Alberto Pinto dos Santos
  • Cristiano Ramalho
  • Ederson Pinto da Silva
  • Flavia Lucena
  • João Felipe Nogueira

Povos Originários

  • Benki Ashaninka
  • Celia Xakriabá
  • Davi Yanomami
  • João Pedro Gonçalves da Costa
  • Joênia Wapichana
  • Juliana Cardoso
  • Márcio Meira
  • Marivelton Boré
  • Sonia Guajajara
  • Tapi Yawalapiti

Previdência

  • Alessandro Antonio Stefanutto
  • Eduardo Fagnani
  • Fabiano Silva
  • Jane Berwanger
  • José Pimentel
  • Luís Antônio Adriano da Silva

Relações exteriores

  • Aloysio Nunes Ferreira
  • Audo Faleiro
  • Celso Amorim
  • Cristóvam Buarque
  • Monica Valente
  • Pedro Abramoway
  • Romênio Pereira

Saúde

  • Alexandre Padilha
  • Arthur Chioro
  • Humberto Costa
  • José Gomes Temporão
  • Fernando Zasso Pigatto
  • Lucia Souto
  • Ludhmila Hajjar
  • Maria do Socorro de Souza
  • Miguel Srougi
  • Nísia Trindade
  • Regina Fátima Feio Barroso
  • Roberto Kalil Filho

Trabalho

  • Adilson Araújo
  • André Calixtre
  • Clemente Gantz Lucio
  • Fausto Augusto Júnior
  • Laís Abramo
  • Miguel Torres
  • Patrícia Vieira Trópia
  • Ricardo Patah
  • Sandra Brandão
  • Sergio Nobre

Transparência

  • Ailton Cardoso
  • Cláudia Aparecida Trindade
  • Cléucio Santos Nunes
  • Eugenio Aragão
  • Jorge Messias
  • Juliano José Breda
  • Luís Augusto Fraga Navarro de Britto Filho
  • Luiz Carlos Rocha
  • Manoel Caetano Ferreira Filho
  • Mauro Menezes
  • Paulo Câmara
  • Vania Viera

Turismo

  • Arialdo Pinho
  • Carina Câmara
  • Luiz Barreto
  • Marcelo Freixo
  • Veneziano Vital do Rego
  • Marta Suplicy
  • Orsine Oliveira Junior
  • Chieko Aoki

Posse

  • Gleide Andrade

Cerimonial da Transição

  • Fernando Igreja

Outros anúncios

No início da semana, foram anunciados 61 nomes, sendo 26 mulheres, para sete grupos temáticos, incluindo os da educação, cultura e esportes. Entre os nomes, estava o da ex-jogadora de vôlei Isabel Salgado, que morreu na manhã desta quinta-feira. O presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) lamentou a morte da atleta e a chamou de “referência”.

Na semana passada, foram anunciados 36 nomes para compor o grupo de trabalho da transição para as áreas de Comunicações; Direitos Humanos; Igualdade Racial; Planejamento, Orçamento e Gestão; Indústria Comércio e Serviço; Pequenas Empresas; e Mulheres. Nesta leva, cinco ex-ministros de governos petistas foram indicados: Guido Mantega (Fazenda), Paulo Bernardo (Comunicações), Eleonora Menicucci (Mulheres), Nilma Lino Gomes (Direitos Humanos e Igualdade Racial) e Maria do Rosário (Direitos Humanos).

A transição é apoiada em três coordenações principais: Administrativa e Jurídica, sob comando de Pesaro (PSB); Relações Institucionais, comandada por Gleisi Hoffmann; e Programa de Governo e Núcleos Temáticos, que ficou com Aloizio Mercadante. Alckmin, por sua vez, é responsável pela coordenação geral da transição.

Para auxiliar Alckmin, atuam o ex-governador de São Paulo Márcio França e o prefeito de Recife, João Campos, ambos do PSB. A futura primeira-dama, Rosângela da Silva, a Janja, coordena a organização de posse de Lula, enquanto a senadora Simone Tebet (MDB), está à frente da Assistência Social.

No início da semana, Alckmin também anunciou nomes na área da economia: André Lara Resende, Pérsio Arida, Nelson Barbosa e Guilherme Mello. Guilherme Boulos (PSOL) foi alocado na área de Cidades e José Henrique Paim, na educação.

Na quarta-feira, o senador Humberto Costa (PT-PE) anunciou pelas redes sociais que integraria a equipe responsável pela área da Saúde junto com o deputado federal Alexandre Padilha (PT-SP), e os ex-ministros José Gomes Temporão e Arthur Chioro. O médio David Uip também foi anunciado como integrante do time, mas recusou o convite.

FONTE: Jornal O GLOBO

Um comentário em “Alckmin anuncia Janones, o advogado de Lula e também o ex-ministro tucano, entre outros para a transição; veja a lista

  • 17 de novembro de 2022 em 06:37
    Permalink

    A quadrilha está sendo remontada!

    Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

9  +  1  =