“Maconha é a solução”, diz candidato a deputado que defende criação da bancada da cannabis no Congresso (vídeo)


Um candidato a deputado federal por Minas Gerais está dando o que falar com o jingle de campanha. Dário de Moura, do PSOL-MG, defende abertamente a legalização da maconha e diz que “maconha é a solução”. Em um vídeo ele aparece dançando pelas ruas de Belo Horizonte ao som da música em que convoca os “maconheiros” para a votação.

O vídeo foi postado no início desta semana no TikTok e já tem mais de 230 mil visualizações. Dário pede “maconheiro, não deixe para depois”, e explica que a legalização da maconha é uma de suas principais promessas de campanha. Segundo ele, a guerra (contra a canabis) não é a solução. No horário político o candidato diz ainda que “maconha é remédio. Maconha é emprego. Maconha é dinheiro para o SUS e Educação. Droga é o Bolsonaro”.

O vídeo, que tem repercutido nas redes sociais, gerou memes e levantou discussões. Em entrevista à Rádio Super 91,7FM, de Belo Horizonte, Dário defendeu a legalização da maconha para uso medicinal e recreativo. Esta também foi a principal bandeira dele quando disputou a eleição para vereador de BH em 2020. Na época, as contas do candidato no Facebook, Instagram e TikTok, mas Dário manteve o lema na eleição deste ano. Para ele, a legalização da maconha está ligada à saúde pública e não apenas ao aspecto de segurança. “Os jovens, pobres e pretos compõem a maior parcela da população carcerária do país em função dessa abordagem equivocada das forças de segurança e das políticas públicas em relação à maconha”, ponderou Dário.

Bancada da Canabis

“Agora é hora de ocupar nosso lugar, ninguém nunca morreu por fumar um baseadinho. Boi, bala e bíblia, isso só nos envergonha. Agora queremos ver é a bancada da maconha”, diz o jingle do candidato, se referindo as três maiores bancadas no Congresso Nacional.

O candidato disse estar aberto ao diálogo e defende a necessidade de se discutir o assunto. Para muita gente, o vídeo virou motivo de entretenimento. Para outras pessoas, é um caso de apologia ao uso de maconha que deve ser punido pela Justiça Eleitoral. A lei 11.343/06 prevê pena de 3 anos de cadeia para quem induzir, instigar ou auxiliar alguém ao uso indevido de droga. E o Código Penal estabelece detenção de três a seis meses para quem fizer, publicamente, apologia de fato criminoso.

O vídeo segue repercutindo nas redes sociais e dividindo opiniões. Pra você, a postura do candidato, é aceitável?

 

2 comentários em ““Maconha é a solução”, diz candidato a deputado que defende criação da bancada da cannabis no Congresso (vídeo)

  • 21 de setembro de 2022 em 20:14
    Permalink

    Melhor do que muito político dançarino e revelador

    Resposta
  • 21 de setembro de 2022 em 08:23
    Permalink

    Não sei se choro ou ficou rindo de tamanha ignorância, falta de conhecimento e despreparo político. Continue Divinews divulgando políticos e propostas desta natureza. Fica mais fácil ainda separar o joio do trigo.

    Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  +  45  =  55