Suspeito de matar filha e pai em Pitangui se entrega à Polícia Militar


O jovem suspeito de matar pai e filha a tiros no povoado de Sacramento, na zona rural de Pitangui na noite de quinta-feira (18) se entregou à polícia local neste domingo (21). A informação foi confirmada pelo 60º Batalhão de Polícia Militar à Rádio Mais 90,9 FM.

Buscas

A entrega do suspeito ocorre dois dias após o crime. No sábado (20), buscas seguiram ao longo do dia.

Conforme a Rádio Mais informou, foi detido ao fim da tarde de sexta-feira (19) um suspeito de auxiliar a fuga do criminoso. A informação foi confirmada à Rádio Mais pelo 60º Batalhão de PM. Trata-se de um homem cujas iniciais do nome são P. F. R. e que tem 44 anos.

“Em continuidade às diligências do duplo homicídio ocorrido na data de ontem, após conseguir imagens das proximidades da casa do autor dos disparos, a PM conseguiu identificar o coautor, responsável por levar o autor dos disparos ao local do crime, e também suspeito de emprestar uma arma de fogo para o cometimento do mesmo”, explica o tenente Ferreira Machado, comandante da Polícia Militar em Pitangui.

 

Foto: Divulgação/60°BPM

 

Na casa do coautor, no bairro Padre Libério, foram localizadas as peças de roupas usadas no dia do duplo assassinato e também a motocicleta usada para levar o autor dos disparos ao local do crime (a casa das vítimas no povoado rural) e o capacete.

O coautor alega que teve furtada uma arma de fogo. Informação que, ao ser analisada no contexto dos fatos, acredita-se ser inverídica, levando a crer que o que de fato ocorreu foi o empréstimo da arma de fogo para o cometimento do crime”, acrescenta o militar.

Foi dada voz de prisão ao coautor pelo crime. Ele foi levado à delegacia da Polícia Civil em Nova Serrana. Os materiais e a moto foram apreendidos.

 

Foto: Divulgação/60°BPM

 

Entenda o caso

Pai e filha foram mortos a tiros em casa, no povoado de Sacramento, na zona rural de Pitangui. De acordo com as primeiras informações da Polícia Militar (PM), as vítimas são o aposentado Luiz Eustáquio da Fonseca, de 67 anos, e a filha dele, Fabiana Cezar da Fonseca, de 30 anos.

O suspeito do duplo homicídio é um jovem de 26 anos e morador de Pitangui. A motivação do crime ainda não foi confirmada pela polícia, mas informações apuradas pela reportagem apontam que o suspeito é um ex-namorado de Fabiana, que estaria inconformado com o fim do relacionamento entre os dois.

Na tarde da última sexta (19), os corpos da filha e do pai, Luiz Eustáquio da Fonseca, 67, e a filha Fabiana Cézar da Fonseca, 30, foram enterrados.

Fonte: Rádio Mais 90,9 FM/Ricardo Welbert

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

7  +    =  10