Itapecerica é escolhida para projeto piloto com CIS-URG Oeste, “SolidariDEA


O Consórcio Intermunicipal de Saúde da Região Ampliada Oeste para Gerenciamento dos Serviços de Urgência e Emergência (CIS-URG Oeste), em parceria com o município de Itapecerica, lança na próxima segunda-feira (04), às 09 horas, na sede da prefeitura do município, os projetos pilotos Sei Salvar e SolidariDEA.

Esses projetos têm como objetivo capacitar profissionais da área da saúde e população leiga quanto ao suporte básico de vida (SBV) e a disponibilização de desfibriladores automáticos externos (DEA) em locais com circulação e concentração de pessoas, propiciando conhecimento para identificação de uma situação de urgência e manuseio do equipamento possibilitando desfecho positivo na sobrevida de vítimas de parada cardiorrespiratória (PCR) fora do ambiente hospitalar.

O diretor técnico do CIS-URG Oeste, Marco Aurélio Lobão, fala com animação sobre os projetos. “Estamos com grande expectativa para a execução destes projetos, porque na verdade, abre portas para o que nós já havíamos imaginado como atuação de capacitação da população da nossa região inteira. São pilotos com início em Itapecerica, considerando que cada cidadão pode aprimorar sua condição de conhecimento e atuar na assistência de uma outra pessoa numa situação de urgência e emergência. Esse é o nosso objetivo, que as pessoas aprendam a fazer a ressuscitação cardiopulmonar com a técnica correta, para que quando uma ambulância for acionada numa situação extrema, que é a parada cardiorrespiratória, que essa vítima já esteja sendo atendida por alguém. E a outra situação que faz a reversão da maioria dos quadros de parada cardiorrespiratória, é a desfibrilação, e pra isso é preciso ter desfibriladores, com acesso público, assim como é tendência na maioria dos países desenvolvidos do mundo”, explica.

O município de Itapecerica foi eleito para receber os projetos pilotos devido à densidade populacional do município e algumas características, como distritos e zona rural, também com características populacionais que estão de acordo com o planejado para a execução dos treinamentos, além do grande apoio do gestor municipal quando foram apresentados. “Estes projetos são muito bem-vindos e importantes porque, quanto mais pessoas estiverem aptas a identificar situações de emergência e a socorrer aqueles que sofrem uma parada cardiorrespiratória, mais vidas poderão ser salvas”, declara Wirley Reis, prefeito de Itapecerica.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

54  −  49  =  

PODCAST: escuta essa!!