Grupo ABC desiste de Divinópolis e monta indústria frigorífica em Carmo do Cajuru


Em reunião realizada na Cidade Administrativa nesta última sexta-feira (24), ocasião em que o prefeito de Carmo do Cajuru, Edson Vilela apresentou o CEO do laboratório farmacêutico MRJ FARMA que se instalará naquele município,  para o Governador Romeu Zema, foi anunciado também que a Rede de Supermercados ABC   levará para lá, o investimento da instalação de um Frigorifico, que anteriormente foi ventilado que seria instalado em Divinópolis – A desistência do ABC em Divinópolis foi em consequência das dificuldades que a empresa tem tido em negociar com o município a dação com encargos de uma área para ela instalar seu novo empreendimento, ao ponto do envolvimento do Ministério Público ( veja matéria ) – Em uma das reuniões, na primeira foto, da esquerda para a direita estavam o  secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Fernando Passagli; o prefeito Edson Vilela; José Elísio Batista, secretário Municipal de Desenvolvimento de Carmo do Cajuru; Tião, presidente da Câmara da cidade; Valdemar Amaral, presidente da Rede ABC de Supermercado; Junior, da comunicação do município, além do CEO da MRJ Fharma, e Paulo Granjeiro, da UFSJ.

O empreendimento do Grupo ABC em Carmo do Cajuru deverá ocupar uma área similar a que ocuparia em Divinópolis, cerca de 43 mil metros quadrados e gerar cerca de 400 empregos, o mesmo número que geraria em Divinópolis, caso não tivesse tido entraves burocráticos e jurídicos.

A Comunicação da Prefeitura de Carmo do Cajuru por ocasião da visita ao Governador Zema emitiu o seguinte release (informação para os meios de comunicação)

Nesta semana, na cidade Administrativa em Belo Horizonte, o prefeito Edson Vilela juntamente com o Secretário Executivo do Comitê de desenvolvimento Econômico, José Elísio Batista, o Presidente da Câmara de Vereadores Sebastião Faria Gomes, o Deputado Federal Domingos Sávio, e o Deputado Estadual Gustavo Mitre, junto com a presença de lideranças e empresários locais, o prefeito apresentou ao Governador Romeu Zema, junto com o Secretário do INDI Fernando Passalio, e ao chefe de gabinete da secretaria Geral, Luiz Otávio, a nova indústria que será implantada no município de Carmo do Cajuru, a MRJ Farma.

Durante o encontro Edson discursou sobre o desenvolvimento que esta empresa trará para a região. Na oportunidade ele entregou ao Governador o convite da inauguração da ETE (estação de tratamento de esgoto) que acontecerá no próximo dia 01 de outubro, e também a camiseta do grupo da Kayakada Amigos do Rio Pará, e citou a importância deste movimento para a conservação do Rio.

Ao final o Governador Romeu Zema Parabenizou o Prefeito Edson pela bela Administração que vem desenvolvendo no município e se comprometeu em ajudar no que for necessário para o desenvolvimento do mesmo.

31 comentários em “Grupo ABC desiste de Divinópolis e monta indústria frigorífica em Carmo do Cajuru

  • 29 de setembro de 2021 em 09:15
    Permalink

    Na verdade Divinópolis é uma cidade grande ,que comporta como cidade pequena , onde a maioria é amigo de todos, inclusive boa parte das autoridades. É por isso que a cidade se arrasta por tantos anos e não consegue se destacar . Pura incompetência…

    Resposta
  • 27 de setembro de 2021 em 09:34
    Permalink

    Sempre temos fracos na política local, exemplo hospital regional sem acabar, empresa água honerosa que só fura buraco, obras que beneficiam a poucos como capitação água pluvial ao lado ABC do Bom Pastor e vereadoras pior ainda. Galileu sempre foi reflexo do mau político, distribuindo áreas para grandes empresas que possuem condições financeiras muito boa e querem mais do Estado . Cadê a cidade tecnológica???

    Resposta
  • 26 de setembro de 2021 em 19:07
    Permalink

    Querem um terreno de 43 mil metros?
    Pode ficar em Carmo do Cajuru. Quem quiser trabalhar lá é só pegar ônibus aqui em divinopolis. Pertinho. O ABC é assim… se der o terreno eu faço aqui, se não monto em outra cidade.

    Resposta
    • 27 de setembro de 2021 em 08:03
      Permalink

      Toda cidade que quiser crescimento tem de abrir as portas para grandes empresas, estas empresas trazem investimentos e grande circulação de dinheiro alem de empregos diretos e indiretos,
      Acorda população para de COLOCAR A CULPA somente nas empresas.
      Onde estao os vereadores para fazerem leis e abrirem novos distritos industrias?

      Resposta
  • 26 de setembro de 2021 em 16:42
    Permalink

    Vergonha pra Divinopolis que está só ficando pra trás com a turma de bolsominions que controlam a Cidade. Gleydson, cleitinho, Eduardo e Janete tudo um bando de besta. Incompetentes. Façam Divinopolis crescer assim como a pequena carmo do cajuru.

    Resposta
  • 26 de setembro de 2021 em 14:21
    Permalink

    gente o ze elisio nao tem nada de doido pelo contrario e inteligentissimo o sucesso desse prefeito do cajuru passa tudo pelo ze elisio que articula tudo o ze e um genio na area empresarial e politicas empresariais se o nosso prefeito tivesse colocado o ze elisio como secretario de desenvolvimento economico e o marquinho clementino que deveria ser o prefeito como chefe de gabinete essas boaventuranças para cajuru estariam acontecendo na nossa divinopolis mas a vice janete nao quis e ainda pior colocou o thiago como secretario virando todo o funcionalismo contra o prefeito ate os que ele deu cargos o vereador denunciou o alto cosumo de combustivel mas e claro que isso ia acontecer porque qualquer um pega os carros publicos e sai dirigindo quando deveriam ser so os concursados e carteiras remuneradas onde se teriam o total controle dos gastos isto e uma pratica de desvio de funçao que o mp acaba com essa farra quando quiser e se quiserquanto a cajuru pelo que sei vai arrastar mais empresas nossas parabens ao jose elisio foi rejeitado aqui mas brilha em outras terras

    Resposta
  • 26 de setembro de 2021 em 12:18
    Permalink

    Os comentários já disseram tudo,Carmo do Cajurú já nos serve e muito tempo e bem com móveis, belíssimos, e preço que nem é tão baixo , muito pelo contrário,devido a qualidade….vamos mudando de cidade,por enquanto,,,e quem pode e quer vai embora do país…. impedimento de crescimento das cidades devia ser lei….fora a incompetência…fora as politicagens….

    Resposta
  • 26 de setembro de 2021 em 12:05
    Permalink

    E muito triste mesmo des anos 2000 pra cá só perdemos empresas comércio 2001 o atual prefeito madou kaiser e coca cola embora e daí por diante né Cooperativa tem aqui pra fazer um loteamento aqui Demora 5 anos na prefeitura .não muda nada

    Resposta
    • 27 de setembro de 2021 em 03:42
      Permalink

      Mas com esse prefeito bolsonarista que só pensa em fazer vídeo em redes sociais,em cara sem educação, que não sabe conversar. Segue a linha do presidente, vive em campanha gravando vídeos vez governar a cidade.Incompetente.

      Resposta
  • 26 de setembro de 2021 em 11:24
    Permalink

    pode anotar, com a venda da farmax, já já estão indo embora. a familia de politicos deste prefeito não ganha nem pra sindico. quem sair por ultimo apaga a luz. aquele shopping que viria, aposto que não vem mais

    Resposta
  • 26 de setembro de 2021 em 11:11
    Permalink

    Pensei que Divinópolis agora tinha prefeito. Daqui essa nova farmax também levanta a saia e vai embora pra c Cajuru. Mais nos teremos o Mac Donald pro prefeitinho de Instagram ficar feliz

    Resposta
  • 26 de setembro de 2021 em 10:16
    Permalink

    Enquanto Carmo do Cajuru instala empresas, o prefeito de Divinópolis faz vídeos de dancinhas ridículas. O centro industrial foi fatiado para empresários que boa parte deles vivem de alugar os imóveis e especulação imobiliária, temos um secretário de desenvolvimento econômico sem competência para o cargo. Assim Divinópolis vai acabando e os que ficam procuram a prefeitura para interesses próprios, aproveitando um prefeito sem experiência.

    Resposta
  • 26 de setembro de 2021 em 10:06
    Permalink

    Porque desistir de Divinópolis? Aqui agora tem prefeito uai…

    Resposta
  • 26 de setembro de 2021 em 09:46
    Permalink

    Sr. Valdemar e os filhos são muito gratos à nossa população, têm muito amor por Divinopolis. Para levarem para Cajuru, é porque com esta administração realmente não dá para negociar. Muito triste.

    Resposta
  • 26 de setembro de 2021 em 09:27
    Permalink

    Divinópolis vai acabar virando uma Sucupira , uma Ribeirão das Neves ( cidade dormitório) não tem nada e não vem nada, hoje comemos o frango de São sebastião , calçamos os sapatos de Nova Serrana , bebemos a cerveja e refrigerante de Cláudio, daqui a pouco até Carmo do cajuru vai está na nossa frente e isso não conta outras cidades de outras regiões ( uberlandia , uberaba , pouso alegre , extrema, poços , varginha , montes claros e aí vai) . Esses politicos vão aos poucos acabando com a nossa cidade. Como se diz : o último que passar apague a luz. E boa sorte Divinóplis e menos politicos e mais desenvolvimento.

    Resposta
  • 26 de setembro de 2021 em 08:45
    Permalink

    Isso é briga política os antigos não ganhou as eleições não conseguia trazer as empresas pra divinopolis, agora estão fazendo com a nova gestão, pra ficarem quites, no mesmo nível e quem se ferra é opovo

    Resposta
  • 26 de setembro de 2021 em 06:29
    Permalink

    Isso porque aqui em Divinópolis se comemora é a vinda de McDonald’s . Vai entender. Faz dancinha agora prefeito comemorando por Cajuru.

    Resposta
  • 25 de setembro de 2021 em 22:17
    Permalink

    Mais uma vez a cidade de Divinópolis sendo passada pra trás em novo entrevero que prejudica a criação de emprego e renda, esse Ministério Público q tbem num ajuda em nada,pq o emprego deles tá garantido, então não pensa nos outros, se Cajuru vai receber o ABC pq aqui num poderia ser.
    Ministério Público não ajuda em nada.

    Resposta
    • 26 de setembro de 2021 em 07:37
      Permalink

      O Ministério Público é o mesmo, em Divinópolis e Cajuru. Pode haver promotores mais ou menos exigentes, má a entidade é uma só.
      Então não é o MP e sim a administração da cidade

      Resposta
  • 25 de setembro de 2021 em 21:40
    Permalink

    Mais um grande empreendimento industrial que Divinópolis perde. Sinceramente gostaria de entender o porque, entra prefeito sai prefeito e estamos cada vez pior. Cada vez ficando para trás
    Uma pena!!!!

    Resposta
  • 25 de setembro de 2021 em 20:14
    Permalink

    É sempre assim Divinópolis continua perdendo empresas,e esta Copasa nós roubando cada dia mais, parece que é isso que importa para vocês, parabéns senhores vereadores e prefeito.

    Resposta
  • 25 de setembro de 2021 em 18:44
    Permalink

    Zé Elíseo mesmo doido e devagar, vai papando o secretário incompetente de Divinopolis… Não faz nada e ainda perde o que tem… Estamos perdidos mesmo.

    Resposta
    • 26 de setembro de 2021 em 08:47
      Permalink

      Impressionante como Divinopolis só fica para traz todas cidades do entorno levam indústrias para lá e nós aqui além de não trazermos ainda perdemos!Sera que a cidade não tinha outros terrenos para o ABC?Inexplicavel uma cidade que antigamente recebia até presidente da república hoje não vem ninguém com influência aqui.

      Resposta
  • 25 de setembro de 2021 em 18:38
    Permalink

    Isso é uma vergonha. Ond estão os nossos políticos que não trabalham pra gerar emprego e renda em Divinópolis. Perdemos todas empresas que querem vir pra nossa cidade eu pergunto.. porquê.?

    Resposta
  • 25 de setembro de 2021 em 17:34
    Permalink

    Tem q tirar esse prefeito ele não faz nada para Divinópolis

    Resposta
    • 26 de setembro de 2021 em 06:28
      Permalink

      Isso porque aqui em Divinópolis se comemora é a vinda de McDonald’s . Vai entender.

      Resposta
  • 25 de setembro de 2021 em 17:18
    Permalink

    Parabéns para administração de Divinópolis mais uma empresa vai para Cajuru..

    Resposta
  • 25 de setembro de 2021 em 16:43
    Permalink

    E aí Prefeito cadê as indústrias chegando e não partindo…..

    Resposta
  • 25 de setembro de 2021 em 16:05
    Permalink

    Isso deve estar ligado ao terreno do Horto Florestal, que foi doado ao ABC, na gestão do prefeito Galileu Machado pela via da doação onerosa. Parte do imóvel trata-se de área de preservação ambiental, com a presença de espécies arbóreas de mata Atlântica, cortado por um curso d’água e era aonde a prefeitura produzia mudas de árvores e que também servia para atender a apreensão e o recolhimento de animais soltos nas ruas, como equinos e bovinos. O imóvel foi avaliado pela prefeitura em R$6.400.000,00, que não seria pagos em espécie (com o vil metal) e sim com projetos (plantas técnicas) para os quais não houve confrontação de preços. Inicialmente não encontramos compreensão por parte do MP e do Conselho do Ministério Público – MG, que viram a legalidade do processo, pelo fato de ter sido aprovado pelo Legislativo Municipal. No entanto, não foi observado a importância da área em termos ambientais e o problema da não confrontação dos preços entre o imóvel e o projeto, Não havia garantias de que os preços dos projetos, realmente se equiparia com o valor do imóvel, ficando por conta do empreendedor ir atrás da área técnica para elaborar os projetos e negociar os valores, criando campo para suspeitas. No entanto, há no município de Divinópolis, alternativa locacional para que o empreendimento fosse instalado e que poderia ser no Complexo da Ferradura, ou no Centro Industrial, onde há vários imóveis sem a função para as quais foram destinados.Tudo seria melhor se num processo as coisas tudo fossem boas para todas as partes envolvidas num processo, mas em muitos processos a questão ambiental fica á margem, para que o interesse econômico seja beneficiado.

    Resposta
  • 25 de setembro de 2021 em 15:44
    Permalink

    Infelizmente Divinópolis há muitos anos parou no tempo. Eu estou ficando com vontade de ir embora daqui, uma cidade feia, suja, mal acabada, de grande maioria da população que não tem educação. Esta cidade já era, trânsito horrível, um shopping fraco, não tem um parque, um local para lazer e descanso. Diversão aqui é só bar e detalhe, com valores altos de consumo. Queriam implantar a indústria do asfalto, dizem que o orçamento não da, foi para Cajuru, agora o ABC, ou seja, Divinópolis só perde como sempre. Muito triste.

    Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PODCAST: escuta essa!!