Veja os fatores de riscos das mortes por covid-19 em Divinópolis; Baixo nível de saturação foi sintoma constante nos diagnósticos


A Secretaria Municipal de Saúde de Divinópolis informou que até 19 de julho, das 553 mortes por Covid-19 em Divinópolis 70,89% dos óbitos são de pessoas acima de 60 anos, na sequência aparecem as doenças cardíacas, e a hipertensão arterial. A obesidade também é fator preponderante de risco – A baixa saturação, ou seja, oxigenação do sangue nos pulmões, é o principal sintoma apresentado por quem está contaminado com a doença, a dispneia,  a falta de ar ou dificuldade em respirar também é um sintoma de contaminação – De acordo com a Secretaria de saúde, cinco sintomas estão presentes nos casos de Covid-19 na cidade. A febre alta correspondeu a 49% dos sintomas presentes nos 553 óbitos de Divinópolis.

A saturação do oxigênio mede a porcentagem do oxyhemoglobin (hemoglobina do oxigênio-limite) no sangue, e é representada como a saturação arterial do oxigênio (SaO2) e a saturação venosa do oxigênio (SvO2). A saturação do oxigênio é um parâmetro vital para definir o índice de oxigênio do sangue e a entrega do oxigênio.

 

 

 

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PODCAST: escuta essa!!