OBITUÁRIO: Morre Altamiro Neves Neto


Altamiro foi um dos mais afinados guerreiros da paz que conheci. E usando as armas que Deus lhe deu “combateu o bom combate” e fez uma linda história no silêncio que representou a paz, a tranquilidade, a serenidade e a ternura de quem sabe a diferença entre a sabedoria e a arrogância.

Altamiro era assim, falava baixo porque usava o coração como porta-voz de suas ideias. Era um gigante, apesar de sua estatura miúda, óculos inseparável no rosto, sorriso leve, gestos delicados e uma atenção digna dos grandes sábios, quando conversava numa roda de amigos.

Altamiro trabalhava numa conservadora. Nada mais próprio! Conservar a vida como ela é, limpar e garantir as condições para nossa segurança… Uma forma de manter limpo os espaços físicos, como um ensinamento maior para nossa vida.

Apesar do seu jeito tímido, Altamiro se deu momentos de grande emoção ao som do mais puro rock, a leitura sadia que fazia questão de compartilhar comigo e tantos outros.

Ao contrário dos pobres mortais ele escreveu sua história na vida de sua esposa e filhos, amigos e parentes e nunca deixou de estar presente.

Pode ser que muitos considerem a vida de Altamiro como uma escolha pacata e modesta… Isso não é verdade!

Soube que ele partiu sem se render ao câncer que minou sua resistência ao extremo. Como aprendi com ele, a desistência não é “aceitar ou uma rendição”, mas sim, apenas a possibilidade de escolhas melhores… E assim Altamiro fez!

Por que permanecer numa luta sem sentido?

Por que se prender a algo que lhe retribuiu tão pouco?

Altamiro tinha a perfeição até no nome, que além de significar o que há de mais esplêndido e brilhante deixou ensinamentos de um verdadeiro “Velho Esperto” (como mostra o dicionário que define o seu nome). Esperto na sabedoria, na convivência com as pessoas, em ser amado e admirado e criador de uma das frases mais lindas que guardarei pra sempre: “Se quiser ouvir o canto dos pássaros não compre gaiolas, mas plante árvores!”

Vai Altamiro… Está na hora!

Mas deixe conosco as lembranças e saudades.

Pode ter certeza, meu amigo: você deixou semeado o terreno de nossas vidas para que sejamos dignos dos frutos dessa semente.

E que Deus abençoe a todos nós!

Texto de Leonardo Junqueira

 

3 comentários em “OBITUÁRIO: Morre Altamiro Neves Neto

  • 22 de março de 2021 em 15:31
    Permalink

    Vai deixar muitas saudades. Uma vez por acidente recebi uma facada na cabeça e foi seu Altamiro que me salvou. Vai agora encontrar com seu filho Wagner. Que ele é sua família estajam em paz.

    Resposta
  • 22 de março de 2021 em 15:28
    Permalink

    Sentimentos a todos os familiares e amigos do prezado irmão de fé Altamiro Deus conforte todos neste momento de dor e sofrimento. Paz e bem.

    Resposta
    • 23 de março de 2021 em 21:35
      Permalink

      Sem palavras pra descrever a minha dor de saber desta notícia e somente agora. Trabalhei com ele no Instituto Helena Antipoff/APAE, meu amigo, meu companheiro, meu conselheiro, dono das minhas risadas ao ser questionada se eu já tinha olhado pro céu, olhado a lua, e de todas as nossas conversas. Dez anos se passaram desde que retornei para minha cidade e nunca deixamos de ser amigos. Eu dizia que ele era meu pai tb.. Muito amor e muito respeito ao ser que ele era. Deus te recebe meu pai afetivo.

      Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

52  −    =  43

PODCAST: escuta essa!!