Com novo reajuste, preço da gasolina em Divinópolis já chega à R$6 em alguns postos


Os preços da gasolina e do óleo diesel ficaram novamente mais caros a partir de terça-feira (09/03) para as distribuidoras que forem comprar os combustíveis nas refinarias da Petrobras. A gasolina ficou 8,8% mais cara, ou seja, o preço do litro subiu R$ 0,23 e passou a custar R$ 2,84. Já o preço do litro do óleo diesel subiu 5,2%, ou R$ 0,15, e passou a custar R$ 2,86, de acordo com informações divulgadas na segunda-feira (08/03) pela Petrobras.

A estatal lembra que o preço da gasolina e do diesel vendidos nos postos para o consumidor final é diferente daquele cobrado nas refinarias. O preço final inclui tributos, custos para aquisição, mistura obrigatória de biocombustíveis e margem de lucro das distribuidoras e dos postos de combustível. Os valores cobrados nas refinarias dependem dos preços e oferta no mercado internacional e da taxa de câmbio.

Minas Gerais

Em mais um reajuste nas refinarias feito pela estatal, o sexto em 2021, a gasolina passará de R$ 6 nos postos de Belo Horizonte, com aumento de 8,8%. Já o diesel ficará com preço médio de R$ 4,65 na capital, com a nova subida, de 5,5%. O repasse também ocorreu aos consumidores das cidades do interior, como em Divinópolis. No município da região centro-oeste, vários locais já estão vendendo a gasolina à R$ 6.

Os preços médios são baseados em levantamento feito pela Agência Nacional do Petróleo (ANP). A nova tabela entrará em vigor no país a partir desta terça-feira (9/3). Nas refinarias, o preço da gasolina acumulou alta de 53% desde o ano passado, enquanto o diesel subiu 40%.

Nesse contexto, um motorista que pagava R$ 228,50 para abastecer 50 litros de gasolina, agora terá de desembolsar R$ 302. Por sua vez, um condutor que precisava anteriormente de R$ 184,50 para colocar os mesmos 50 litros de diesel, vai gastar R$ 232,50.

Mesmo que não sofra interferência no reajuste, o etanol também pode ter aumento de preço, já que haverá alta procura dos motoristas que abrem mão de abastecer com gasolina. O preço médio do álcool, que encerrou 2020 abaixo dos R$ 3,70, iniciou a primeira semana de março custando R$ 4,11 nos postos da capital mineira. Os reajustes foram inclusive motivo de um início de motim e revolta entre caminhoneiros e tanqueiros, que ficaram na bronca com os preços do diesel, por impactar e honerar os valores dos fretes, de acordo com a categoria.

“Cada aumento nos combustíveis é prejudicial para o consumidor, que já não consegue pagar esse preço tão alto, e também para os postos. A margem de lucro do proprietário do estabelecimento continua a mesma e até diminui, mas ele precisa de mais capital de giro para comprar o combustível. As taxas de cartões de crédito sobrem e o consumidor acaba se afastando do posto”, afirma Carlos Guimarães, presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados do Petróleo do Estado de Minas Gerais (Minaspetro).

 

Fonte: Agência Brasil e Estado de Minas

2 comentários em “Com novo reajuste, preço da gasolina em Divinópolis já chega à R$6 em alguns postos

  • 11 de março de 2021 em 10:53
    Permalink

    o dono do posto deve estar fazendo arminha com a mão.

    Resposta
  • 10 de março de 2021 em 13:10
    Permalink

    Bate palminha e faz arminha que abaixa

    Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

12  −    =  7

PODCAST: escuta essa!!