PM do Meio Ambiente acaba com rinha de galo em Samonte e prende 69 participantes


A Polícia Militar de Meio Ambiente recebeu denúncias, no sábado (18), que diversas pessoas estariam participando da prática de rinhas de galo em um ginásio na zona rural de Santo Antônio do Monte.

Com um planejamento de abordagem, ao se aproximarem da região, os policiais avistaram algumas pessoas paradas perto de um portão e ao perceberem a presença da PM saíram correndo e gritando “É a polícia, a polícia está aqui, corram”, alertando os demais presentes.

Ainda sim, a guarnição conseguiu deter 69 suspeitos, que receberam a voz de prisão pela prática de rinha e de maus tratos. Os militares também apreenderam 98 galináceos da raça índio, sendo que um galo já estava morto e diversos apresentavam lesões severas, com mutilação e cegueira, em consequência da prática ilegal.

Foram apreendidos também diversos materiais empregados na atividade de rinha (biqueiras, esporas, arenas e mais de R$ 4 mil reais em dinheiro, que estava sendo empregado em apostas nos combates. Os autores foram multados e conduzidos à delegacia e as aves foram encaminhadas ao centro Veterinário para avaliação e inclusão em um programa de reabilitação e ressocialização de galos.

Em revista pessoal, três homens foram localizados com cinco pinos de cocaína e duas buchas de maconha, sedo presos e conduzidos pela prática de tráfico de drogas.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PODCAST: escuta essa!!