Explosão seguida de incêndio em fábrica de calçados em Nova Serrana provoca 2 mortes e 4 pessoas feridas


De acordo com o Jornal O Popular, o incêndio que aconteceu em Nova Serrana foi em uma fábrica de montagem de chinelos, no bairro Padre Libério, causou a morte de dois adolescentes no fim da manhã desta terça-feira, dia 16 de junho. Segundo apurado, uma terceira vítima, com idade de 19 anos foi encaminhado socorrido com estado de saúde grave.

De acordo com as informações colhidas no local, uma explosão, que segundo o Corpo de Bombeiros, aparentemente ocorreu na copa da fábrica, rapidamente se tornou em um incêndio.

Segundo o Corpo de Bombeiros, após o fim do trabalho de resfriamento do galpão e verificação se não há outras vítimas fatais, será então emitido um laudo com as causas do acidentes.

Informações não confirmadas pelas autoridades indicam que um cigarro ou um fósforo aceso próximo de material inflamável teria sido o motivo da explosão.

As vítimas fatais foram identificadas como Paulo Vitor Fernandes da Silva e Carlos Rodrigues de Paula, ambos com idade de 16 anos. Cabe ressaltar que Paulo Vitor não era funcionário da fábrica. Segundo populares que estavam presentes no local, ele teria ido ao galpão no horário do almoço de um amigo.

Vítima sendo transferida em estado grave

A terceira vítima foi identificado como Marcos Eduardo Oliveira Costa, com idade de 19 anos. Ele foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e encaminhado a sala vermelha do Hospital São José em estado grave, apresentando queimaduras de 3º grau em aproximadamente 90% do corpo, segundo informado pelos socorristas.

De acordo com a assessoria de comunicação do SAMU, a vítima já foi transferida pela equipe do Batalhão de Operações Aéreas (BOA) para o Hospital João XXIII em Belo Horizonte.

Horário de Almoço

Segundo informações colhidas no local do fato, aproximadamente 15 funcionários trabalhavam na fábrica, contudo, por ser horário de almoço, apenas três pessoas estariam no galpão e foram atingidas na explosão.

Foi também repassado que inicialmente a fábrica estaria com a documentação regular. Sendo mais informações repassadas posteriormente.

Por fim foi apontado ainda pelo Corpo de Bombeiros que após ser conferida a documentação da fábrica será realizada, caso necessário uma nova vistoria no galpão.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PODCAST: escuta essa!!