“No Quilombo, não” diz vereador sobre nova ameaça de implantar aterro sanitário na comunidade rural, em Divinópolis


Foi realizada, na manhã da última quinta-feira (12), uma reunião do Conselho Estadual de Politica Ambiental (COPAM), na sede da Universidade Estadual de Minas Gerais (UEMG), em Divinópolis.  Na pauta, foi discutida a implantação do Aterro Sanitário, na região do Quilombo, em Divinópolis – O assunto foi tema de pronunciamento do vereador Roger Viegas no plenário da Câmara de Divinópolis,  que citou estar bastante preocupado, pois o assunto já estava resolvido, devido a revolta mostrada pela população daquela região, com a implantação do aterro sanitário na Comunidade do Quilombo.

Segundo informações obtidas após a reunião, Viegas comentou que os empresários insistiram em implantar o aterro no local, e para isso recorreram ao COPAM, para que o órgão dê a liberação necessária, e eles possam retomar as negociações.

“Um tremendo absurdo essa situação voltar a ser discutida. Falta de respeito com a população, principalmente daquela região, que lutaram com todas as forças para barrar a construção desse aterro. Não podemos de maneira nenhuma deixar que essa situação venha assombrar novamente aqueles moradores”, reforçou Viegas.

O vereador, em sua fala, firmou compromisso com a população local, em acompanhar de perto o andamento dessas negociações, na intenção de intervir em prol dos cidadãos que já provaram o impacto ambiental negativo que este aterro, vulgo lixão, levará para a comunidade.

“Já deixo aqui meu compromisso com essas pessoas, para ajudar no que for preciso, e até mesmo para voltar com a campanha “NO QUILOMBO NÃO””, finalizou Roger.

2 comentários em ““No Quilombo, não” diz vereador sobre nova ameaça de implantar aterro sanitário na comunidade rural, em Divinópolis

  • 16 de junho de 2021 em 11:56
    Permalink

    Um aterro sanitário é um empreendimento de altíssimo nível poluidor, portanto não pode ser construído próximo a nascentes, de produtores da agricultura familiar como estão querendo fazer.

    Resposta
  • 14 de dezembro de 2019 em 17:11
    Permalink

    Onde fazer o aterro nobre vereador. No Quilombo não, ótimo! Então cabe ao vereador sugestão de outro lugar para o lixo. Não é só ser contra, fazer cara de bravo. Tem apresentar solução.
    Todos adoram ir à feira, mas ninguém quer a feira na sua porta. Todos querem árvores, muitas árvores, mas no passeio dos vizinhos, não no seu. E quando precisar construir outro cemitério? A cidade precisa tratar seu lixo de maneira adequada.

    Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  +  60  =  62