Mulher é presa vendendo medicamento abortivo, em Carmo do Cajuru


A Polícia Civil de Minas Gerais, por intermédio da 4ª Delegacia de Carmo do Cajuru, prendeu a investigada M. F. N. de 29 anos, neste sábado (12), no Centro da Cidade de Carmo do Cajuru, pela prática do crime de Venda de Medicamento proibido.

Os trabalhos policiais realizados pelo Setor de Inteligência de Divinópolis e pela Delegacia de Carmo do Cajuru apontaram que nesta manhã, um veículo oriundo de Divinópolis, faria o translado de mercadorias ilícitas para a cidade.

Segundo o Delegado Weslley Castro restou iniciada observação então na principal Avenida da Cidade, oportunidade em que a investigada foi abordada em um Fiat Uno Preto, placas de Divinópolis, e no interior da Bolsa dela apreendido quatro comprimidos do medicamento abortivo CITOTEC.

A investigada, que tem passagens policiais por associação ao tráfico, confessou que venderia tais medicamentos a um homem, o qual não quis identificar, pelo valor de quinhentos reais, sendo também com ela apreendida a quantia de novecentos e quarenta e oito reais.

As investigações prosseguirão com o objetivo de identificar o responsável por repassar o abortivo para a investigada, bem como para quem seria entregue

M. F. N. e encontra presa no presídio Floramar e, caso seja condenada pelo crime apurado pela Delegacia de Carmo do Cajuru, poderá ter uma pena de até 15 (quinze anos).

Participaram das investigações o Delegado Weslley Amaral de Castro, o escrivão Rodrigo Assunção e os investigadores Alisson Barbosa e Medsker Motta.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PODCAST: escuta essa!!