URGENTE: Conversas entre Moro e Dallagnol revelam ações proibidas na Lava-Jato; MPF-PR fala em ataque de hackers


Por: Felipe Alveoli especial de Brasilia para o DiviNews ->

Investigação do The Intercept recebe dezenas de provas de atos ilícitos entre ex-Juíz e procurador; Ministério Público nega irregularidades e fala em punição

Direto de Brasília – Neste domingo o jornal online The Intercept Brasil apresentou parte das inúmeras provas que dizem ter acesso, incluindo áudios e vídeos, da atuação revelada como antiética e no mínimo suspeita de agentes envolvidos na Operação Lava-Jato que resultou na prisão do ex-presidente Lula e outras ações. Para o site houve dolo por parte do ex-juiz Sérgio Moro e do procurador Daltan Dallagnol nas ações coordenadas e aparentemente direcionadas do atual ministro ao subalterno.

Minutos depois o ninho da operação em Curitiba, o Ministério Público Federal do Paraná emitiu uma nota em que defende as atitudes, alegando que não houveram irregularidades ou ilicitudes nas trocas de mensagens e afirmando que tudo não passa da ação de hackers, que invadiram telefones e aplicativos usados para comunicação privada e no interesse do trabalho de procuradores da Lava Jato.

“Não se sabe exatamente ainda a extensão da invasão, mas se sabe que foram obtidas cópias de mensagens e arquivos trocados em relações privadas e de trabalho”. O órgão explica que “dentre as informações ilegalmente copiadas, possivelmente estão documentos e dados sobre estratégias e investigações em andamento e sobre rotinas pessoais e de segurança dos integrantes da força-tarefa e de suas famílias”.

UM PESO E UMA MEDIDA

O site defende que as informações obtidas prezam pela ética do bom jornalismo investigativo e segue parâmetros mundiais. Além de se utilizar de precedentes levantados pelo próprio Moro no vazamento ilegal (assumido pelo mesmo sem indicação de arrependimento) dos áudios da então presidente da República Dilma Rousseff com Lula.

“Somos guiados pela mesma argumentação que levou boa parte da sociedade brasileira  a aplaudir a publicidade determinada pelo então juiz Moro. A divulgação dessas ligações privadas foi crucial para virar a opinião do público contra o PT, ajudando a preparar o terreno para o impeachment de Dilma em 2016 e a prisão de Lula em 2018. O princípio invocado para justificar essa divulgação foi o mesmo a que estamos aderindo em nossas reportagens sobre esse acervo: o de que uma democracia é mais saudável quando ações de relevância levadas a cabo em segredo por figuras políticas poderosas são reveladas ao público.”

CONVERSAS SUSPEITAS

O site denuncia a ação de Moro e Dallagnol de forma arquitetada para atacar o PT e prejudicar Lula, líder das eleições até sua prisão. Para os editores “o ministro da Justiça de Bolsonaro parece ter cruzado a fronteira que separa juiz e investigador” e usava Dallagnol como braço de suas ações políticas.

O jornal afirma ter recebido de uma fonte anônima milhares de conversas, áudios e vídeos que por segurança já estão fora do Brasil e foram disponibilizados para a comunidade de jornalistas investigativos de todo o mundo. A notícia repercute nos principais veículos de imprensa e já é intitulada como “a crise de junho” do atual governo, que passava por semanas tranquilas após a série de escândalos envolvendo a família do presidente e denúncias de corrupção do seu partido.

CRISE DE ÉTICA

A Constituição de 88 determina que não é permitido  vínculos entre o juiz e as partes em um processo judicial. Para que haja isenção, o juiz e a parte acusadora – neste caso, o Ministério Público – não devem trocar informações nem atuar fora de audiências. O que foi comprovado o contrário na matéria apresentada neste domingo. A investigação apurou que até no caso do PowerPoint, criado para ilustrar a presença de Lula no esquema de corrupção e bastante criticado por sua infantilidade e amadorismo.

Na nota de defesa do Ministério Público, é dito que Moro e Dallagnol e outros procuradores envolvidos seriam amigos próximos e, “nesse ambiente, são comuns desabafos e brincadeiras”. “Muitas conversas, sem o devido contexto, podem dar margem para interpretações equivocadas”. O MP já havia denunciado o ataque criminoso de hackers ao celular do ministro e informou que tomará as medidas cabíveis para responsabilizar os autores.

Para o The Intercept o trabalho de investigação não resulta em crime, já que, ao contrário da divulgação dos áudios do telefone do Palácio do Planalto, os editores e jornalistas prezam pela privacidade dos envolvidos, explicitando apenas informações de interesse público, que de outra forma continuariam na obscuridade.

“A divulgação feita por Moro e diversos veículos da imprensa dos diálogos privados entre Lula e Dilma incluíam não apenas revelações de interesse público, mas também comunicações privadas de Lula sem qualquer relevância para a sociedade – o que levou muitas pessoas a argumentarem que a divulgação tinha o propósito de constranger pessoalmente o ex-presidente. Ao contrário deles, o Intercept decidiu manter reservada qualquer comunicação ou informação relacionada a Moro, Dallagnol e outros indivíduos que seja de natureza puramente privada e, portanto, desprovida de real interesse público.”

CONTINUE ACOMPANHANDO NOSSA COBERTURA SOBRE OS FATOS

CONFIRA A MATÉRIA NA ÍNTEGRA COM AS CONVERSAS DO APLICATIVO

https://theintercept.com/2019/06/09/chat-moro-deltan-telegram-lava-jato/

 

 

6 comentários em “URGENTE: Conversas entre Moro e Dallagnol revelam ações proibidas na Lava-Jato; MPF-PR fala em ataque de hackers

  • 11 de junho de 2019 em 09:32
    Permalink

    Não vi nada de mais nas conversas, a lava jato esta lavando a corrução do Brasil, não fere o artigo 254 do código penal, em nenhum momento ele Moro aconselhou a promotoria, este Glenn deve ser expulso do País, e se possível mandado com seu “marido” para o Reino Unido onde são acusados de atentar contra a segurança pública!

    Resposta
  • 10 de junho de 2019 em 16:36
    Permalink

    lavajato, faz um grande serviço , para o BRASIL, CHORA ,

    Resposta
  • 10 de junho de 2019 em 16:05
    Permalink

    Lava jato. Faz. Um. Grande. Serviço.ao. Brasil

    Resposta
  • 10 de junho de 2019 em 07:41
    Permalink

    armaram contra a DILMA E O LULA a casa caiu

    Resposta
    • 11 de junho de 2019 em 09:00
      Permalink

      nao sei quem voce é ,mas se pensa que lula e dilma sao inocentes, voce deveria fazer companhia pra eles na cela tambem

      Resposta
  • 9 de junho de 2019 em 23:41
    Permalink

    Parabens pela matéria Felipe Alveoli, show de bola

    Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  +  30  =  34