Neymar é acusado de estupro, praticado em Paris; Mulher registra BO em São Paulo


Conforme informação que está circulando nas mídias de todo o país, o crime teria acontecido em Paris no dia 15 de maior. Porém o Boletim de Ocorrência (BO) foi registrado quando a mulher chegou ao Brasil, em São Paulo, na Delegacia do Bairro de Santo Amaro – No BO,  a mulher, que teve sua identidade revelada, conta que foi a Paris a convite do jogador e com a passagem paga por ele. O objetivo era um encontro, marcado depois de eles terem trocado mensagens pelas redes sociais. Ao chegar à capital francesa, ela se hospedou no hotel Sofitel Paris, onde ele foi encontrá-la em torno das 20h.

Segundo seu relato, o jogador estava aparentemente embriagado. Eles conversaram, “trocaram carícias”, mas, em determinado momento, “Neymar se tornou agressivo e, mediante violência, praticou relação sexual contra a vontade da vítima”.

Ela afirmou que não registrou Boletim de Ocorrência em Paris porque estava abalada emocionalmente e com medo de registrar o caso em outro país.

A veracidade do B.O. foi confirmada pela Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, que informou, por meio de nota, que o inquérito policial corre em sigilo.

O caso será investigado em São Paulo e a Polícia Civil paulista irá pedir apoio à polícia francesa para poder colher imagens de circuito de segurança do hotel e ouvir eventuais testemunhas.

O assessor de Neymar, Gallo, também será ouvido.

Neymar está com a seleção brasileira na Granja Comary, em Teresópolis, no Rio de Janeiro.

 

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

55  +    =  62

PODCAST: escuta essa!!