Mais uma vez, depois de vários anúncios em eleições anteriores Jaime Martins deixa de ser candidato; não é candidato a nada


Essa não é a primeira vez que o deputado federal Jaime Martins ensaia voos maiores na vida política, várias vezes, houve elucubração de que não mais seria candidato a deputado federal, já foi comentado que o parlamentar, no passado seria candidato ao Senado e mesmo ao Governo do Estado, e novamente, quase chegando na praia do deputado com base eleitoral em Divinópolis frustra sonhos de muitos de seus eleitores que já o davam como certo de que seria candidato ao Senado. Jaime resolveu se retirar de toda e qualquer disputa política nas eleições deste ano – Segundo o Jornal O Tempo, por sua abrangência no estado e nos pais, que é privilegiado com as notícias em primeira mão de um candidato que é local, a definição completa da chapa só sera anunciada na próxima segunda-feira, pois eles estã em busca de uma mulher para ocupar o posto de candidata a vice-governadora, e diz ainda que a vaga do Senado também está aberta, por que o deputado federal Jaime Martins (PROS) desistiu de concorrer em qualquer cargo nas eleições deste ano.

Leia o restante da notícia publicada no O Tempo

Mantendo o discurso de terceira via, o presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), Adalclever Lopes (MDB), se lançou na manhã desta quinta-feira (23) como candidato ao governo do Estado. Ele foi o escolhido para substituir o ex-prefeito de Belo Horizonte Marcio Lacerda na coligação Minas Tem Jeito, depois de dois dias de reuniões envolvendo os líderes partidários dos seis partidos da chapa (MDB, Podemos, PDT, PRB, PROS e PV).

Adalclever afirmou que mesmo tendo trabalhado com base do governo de Fernando Pimentel durante três anos, ele tem capacidade para ser o representante da terceira via nessas eleições.

“Nós demos sustentabilidade ao governo, demos estabilidade para Minas Gerais. Eu sou de um partido que tem capilaridade nos 853 municípios de Minas. Eles dizem que toda cidade mineira há uma praça, uma igreja e um diretório do MDB. Assim é que vamos fazer essa marcha junto com todos esses partidos que vão dar a Minas uma nova opção, que não seja PT e PSDB”, afirmou.

Adalclever também garantiu que a grande maioria dos quadros do MDB está apoiando sua candidatura e que não haverá infidelidade.
O presidente da ALMG também afirmou que conta com o apoio de praticamente todos os líderes do MDB, e garantiu que a sigla estará unida na disputa.

“É lógico que temos um partido grande. Um navio desse tamanho sempre tem alguma divergência. Mas eu recebi aqui o apoio dos 14 deputados estaduais do partido, de todos os federais. Não tivemos nem um dissidência”, afirmou.

Adalclever disse ainda que o projeto político encabeçado por Marcio Lacerda está mantido, inclusive o plano de governo será exatamente o mesmo.

A definição completa da chapa só será anunciada na próxima segunda-feira. Agora eles vão em busca de uma mulher para ocupar o posto de vice. A vaga ao Senado também está aberta, já que o deputado federal Jaime Martins (PROS) desistiu de concorrer em qualquer cargo nas eleições deste ano.

O ex-prefeito Marcio Lacerda evitou falar sobre qual será exatamente seu papel na campanha de Adalclever Lopes. “A transferência de votos é uma decisão da população. Independentemente da filiação partidária eu tinha ao meu lado o Adalclever Lopes. Os partidos estão todos em uma situação muito ruim, Nós temos que ver a trajetória pessoal política e empresarial da pessoa Adalclever Lopes”, afirmou Lacerda.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

2  +  8  =  

PODCAST: escuta essa!!