Cai Pedro Parente, Presidente da Petrobras; pedido de exoneração negociado


O presidente da Petrobras, Pedro Parente, pediu demissão, mas claro que uma exoneração negociada,   na manhã desta sexta-feira (1), dois anos depois de tomar posse como presidente da Petrobras. Como consequência Imediatamente após a notícia, as ações da estatal entraram em leilão na Bolsa de Valores.  De acordo com comunicado da estatal, a nomeação de um CEO interino será examinada ao longo do dia pelo Conselho de Administração – Ainda de acordo com o comunicado, a diretoria executiva da companhia não sofrerá qualquer alteração.

AGÊNCIA BRASIL

O presidente da Petrobras, Pedro Parente, pediu, hoje (1º), demissão do cargo. O comunicado foi feito em fato relevante divulgado ao mercado. Parente se reuniu com o presidente Michel Temer, no Palácio do Planalto.

O comunicado da Petrobras informa que “a nomeação de um CEO interino será examinada pelo Conselho de Administração da Petrobras ao longo do dia de hoje. A composição dos demais membros da diretoria executiva da companhia não sofrerá qualquer alteração”.

Às 11h20, logo após o anúncio da demissão de Parente, a Bolsa de Valores de São Paulo registrou queda. Em aviso de fato relevante, a estatal informou que as negociações das ações PETR-N2 foram suspensas das 11h22 às 11h42, mas as operações já foram retomadas.

Um comentário em “Cai Pedro Parente, Presidente da Petrobras; pedido de exoneração negociado

  • 3 de junho de 2018 em 14:30
    Permalink

    TEM QUE CAIR TAMBÉM ESSE GOVERNO “TEMER” CORRUPTOS E LADRÕES, QUE TÁ FAZENDO O POVO PAGAR OS ROUBOS NA PETROBRAS.
    NOSSOS DEPUTADOS FEDERAIS E ESTADUAIS NÃO TÃO NEM AI……..ICMS É 31%

    VAMOS PRA RUA POVO DIVINÓPOLIS.

    Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PODCAST: escuta essa!!