CARNAVAL 2018 DIVINÓPOLIS: baderneiros jogam garrafas em policiais; que revidam com bombas, spray de pimenta e tiros de borracha; PM confirma 4 prisões


De acordo com informações de um morador das imediações da Savassinha, a confusão começou por causa da briga de duas mulheres. Quando a polícia chegou, foi que situação piorou, por que os homens começaram também a brigar e agredir os policiais com garrafas. Como os policiais eram poucos e os baderneiros muitos, então, eles resolveram pedir reforço. A confusão só foi aumentando. E os policiais para dissolver o tumulto que se estabeleceu jogaram spray de pimenta, e como revide os baderneiros começaram a jogar garrafas em direção aos policiais, que para serenar os ânimos, resolveram jogar bombas de gás lacrimogênio e atirar com balas de borrachas, segundo informações do morador. Que reclamou que após a abertura da loja Mega 24 horas, é que o sossego dos moradores terminou, todo fim de semana é assim. 

Às 12:39 a Assessoria de Comunicação Organizacional da 7a RPM divulgou a seguinte informação:

Ocorrências registradas no pré-carnaval em Divinópolis

Referente às ocorrências registradas ontem durante o pré carnaval, tivemos diversas reclamcões registradas pelo telefone 190, denunciando atos de vandalismo, perturbação do sossego, atos obscenos (pessoas urinando na rua), sendo que destas reclamações 7 pessoas se identificaram e solicitaram o registro do fato.

Houveram ainda 3 solicitações de infrações de trânsito envolvendo veículos estacionados de forma irregular.

No final do evento, após as 22:00h, foram registradas 4 prisões de infratores envolvidos em brigas e atos de vandalismo diversos, como arremesso de garrafas em via pública, e, até contra viaturas e policiais militares de serviço.

17 comentários em “CARNAVAL 2018 DIVINÓPOLIS: baderneiros jogam garrafas em policiais; que revidam com bombas, spray de pimenta e tiros de borracha; PM confirma 4 prisões

  • 6 de fevereiro de 2018 em 19:27
    Permalink

    Depois que abriu esse mega 24 a vida dos moradores virarão um inferno, todo fim de semana uma bagunça barulho, minha porta virou um banheiro e uso de drogas em geral. O povo não respeita os moradores, tirando os roubos já entrou na minha casa duas vezes, a savassi nunca esteve tão na pior igual estar, estou dignada com tanto falta de respeito das pessoas que frequenta esse MEGA 24.

    Resposta
  • 6 de fevereiro de 2018 em 19:09
    Permalink

    Aqui tenho uma reclamação a fazer vcs ai libera esse carnaval e nao pensa nos moradores que mora no centro, pois todo fim de semana tem bagunça aqui na Savassi, e agora esse inferno barulho, gente mijando cagando na sua porta sem parar e tirando as pessoas nao tem um pingo de edução quebra garrafa na porta e no final de tudo passa carnaval e ninguém limpa sua rua. Fazer carnaval na porta da casa do outros eh fácil! Quem paga o pato os moradores do centro! Obrigada
    E o carnaval teve neh e a sujeira na sua porta quem limpa o cleo ou a prefeitura ????!!!!

    Resposta
  • 6 de fevereiro de 2018 em 11:51
    Permalink

    sou morador da savassinha, e constantemente a partir das 22,00 horas, começa a zona em frente a loja 24 horas de bebidas, todo tipo de gente, alguns fumando maconha ao ar livre, de menores fumando maconha e bebendo, gritando, fazendo algazaras, quebrando garrafas e todo tipo de vandalismo. Somos refens da marginalidade que se instalou nas imediações, o certo seria a PM fixar um viatura com giroflex ligado para intimidar os maloqueiros e multar e aprender os carros com som altissimos.
    Quanto ao carnaval na Savassinha, pelo quantidade de gente, pela falta de estrutura, segurança, ETC, este naõ é e nunca foi o local apropriado para este evento, e sim Rua Pitangui, Parque de Exposiçao, muito me admira a Prefeitura,Corpo de Bombeiros, PM, Ministerio Publico, depois de tantos problemas com BOs, reclamações dos moradores junto aos mesmos, mesmo assim autorizaram o evento.

    Resposta
  • 6 de fevereiro de 2018 em 08:50
    Permalink

    Como sempre os QuickSilver fazendo merda p aparecer ,pq sao um bando de pau no cu invejoso.
    N sei pq essas desgraças n ficam na pqp onde moram usando as drogas deles ao invez d irem sempre onde as pessoas de bem estao p estragar a festa

    Resposta
  • 5 de fevereiro de 2018 em 12:18
    Permalink

    Acho q vale ressaltar que a confusão não tem nada haver com o CARNAVAL!!!
    Participei com família e amigos! Organização excelente, trabalho da prefeitura e policiamento ótimos!!!
    No dia seguinte logo pela manhã o trabalho da Emop a todo vapor p deixar as ruas limpas!

    Resposta
  • 5 de fevereiro de 2018 em 11:09
    Permalink

    Bom dia,minha residencia é na praça do Mercado.Participo do pré-carnaval (bloco do Cléo)todo ano, é uma festa popular muita boa a cada ano mais organizada, porém por uma uma questão de lógica ela tem que mudar de lugar hj a praça do mercado central não consegue abrigar tanta gente,segundo a policia militar tinha 60 mil pessoas sábado dia 3.E com certeza ano que vem terá muito mais gente, os organizadores deveriam olhar para esta ótima festa com profissionalismo e mudar o local para o próximo ano para melhor receber os folioes.

    Resposta
  • 5 de fevereiro de 2018 em 08:06
    Permalink

    essas futilidades assim, tem que acontecer lá no parque de exposição a fora.

    Resposta
  • 5 de fevereiro de 2018 em 07:44
    Permalink

    Morro na rua rio de janeiro com vinte hum de abril baderna tem todo final de semana na praça do santuário ,na concentração do carnaval não teve um tumulto , tinha pessoas de todas as idades, muito linda a festa .E claro a sujeira ficou para traz ,mais o número de pessoas era enorme, só que desta vez a prefeitura trabalhou com eficiência de manha tinha muitos funcionários limpando e recolhendo o lixo parabéns a todos . organização,meios de comunicação que cobriu a festa polícia militar e a prefeitura, espero que o ano que vem seja melhor.

    Resposta
  • 5 de fevereiro de 2018 em 00:21
    Permalink

    Morro na rua Rio de janeiro com a vinte hum de abril teve a concentração da escola na praça do santuário a tarde com muita gente presente , e não vi nenhuma confusão nem durante o dia nem mesmo a noite , transcorreu com bastante alegria com crianças, jovens e pessoas idosas.E claro a sujeira ficou para trás mas isto já era esperado com o grande número de pessoas,mas de manha foi resolvido com um grande número de gari varrendo a rua e o caminhão recolhendo o lixo. Neste ponto a prefeitura fez a prova dela ,foi uma festa linda.

    Resposta
  • 4 de fevereiro de 2018 em 17:46
    Permalink

    Segundo a própria matéria 👆, a confusão começou depois que o carnaval acabou. E que isso acontece todos os finais de semana, em um bar do local.
    Portanto, não vejo que os organizadores do pré-carnaval, tenham alguma responsabilidade com o fato.

    Resposta
  • 4 de fevereiro de 2018 em 17:32
    Permalink

    O que falta é educação. Por causa de meia dúzia desses bichos escrotos que esses eventos aberto ao público de bem em Divinópolis não perpetuam. Lamentável.

    Resposta
    • 4 de fevereiro de 2018 em 22:29
      Permalink

      Moro no centro na região da Savassinha e todo final de semana tem baderna nos locais que vendem bebida 24 hrs, portanto não foi o carnaval que causou essas cenas terríveis! Participei do bloco Haja amor com filhos e neta e estava ótimo! Vi na rua São Paulo lixeiras e na 21 de Abril banheiros químicos. O que falta é educação mesmo ! Se for acabar com as festas de carnaval por causa destes seres humanos deploráveis tem que tomar uma atitude também com os estabelecimentos que ficam vendendo bebida à noite toda ! E um maior policiamento de madrugada para apreender carros que transitam à noite toda com son altíssimo e músicas de péssimo gosto! O carnaval é só uma vez ao ano!

      Resposta
  • 4 de fevereiro de 2018 em 16:26
    Permalink

    Tomei uma garrafada la tbm
    Excelente trabalho pmmg

    Resposta
  • 4 de fevereiro de 2018 em 10:54
    Permalink

    CIDADE JA NAO TEM NADA E QUANDO TEM E ISSO AI.UNS TIRANDO A ALEGRIA DE MILHARES

    Resposta
  • 4 de fevereiro de 2018 em 09:25
    Permalink

    Cidade sem lei, da Credibilidade pra bloco do Cléo.

    Resposta
  • 4 de fevereiro de 2018 em 09:25
    Permalink

    Cidade sem lei, da Credibilidade pra bloco do Cléo.

    Resposta
  • 4 de fevereiro de 2018 em 09:23
    Permalink

    Isto é só um pouco do que vai acontecer coitado dos moradores

    Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PODCAST: escuta essa!!