FOLHA: De volta ao Senado, Aécio ainda enfrentará desgaste político e jurídico


Minutos depois de o plenário do Senado derrubar decisão da Justiça que afastava Aécio Neves (PSDB-MG) do mandato, o nome do tucano voltou à lista de “parlamentares em exercício” no site da Casa – Aécio foi afastado do Senado por duas vezes este ano, uma delas em maio e outra em setembro – Em ambas as situações a acusação é a mesma: corrupção passiva e obstrução da Justiça. Ele foi gravado em março pelo delator e empresário Joesley Batista, dono da JBS, a quem pediu R$ 2 milhões – A primeira determinação foi revertida pelo próprio STF (Supremo Tribunal Federal). Já a segunda se deu por uma decisão política pela maioria dos senadores.

Recuperado o mandato, Aécio agora tem de enfrentar situações adversas tanto na política quanto na Justiça.

Ainda está pendente de análise do STF a denúncia apresentada em maio pelo Ministério Público Federal. O caso não tem data para ser pautado e será julgado pela primeira turma da corte após uma série de depoimentos e provas serem coletados.

No campo político, Aécio deverá enfrentar nova representação contra ele no Conselho de Ética do Senado por quebra de decoro. O processo pode, inclusive, resultar na cassação de seu mandato.

O senador já teve um pedido de cassação arquivado pelo colegiado no primeiro semestre deste ano. Diante do novo afastamento, ele é alvo de outro pedido apresentado pelo PT. O caso ainda está pendente de análise do Conselho.

Aécio está licenciado da presidência do PSDB desde seu primeiro afastamento, em maio. Tucanos devem fazer nova pressão para que ele deixe o cargo em definitivo agora. Uma ala do partido avalia que as acusações contra o senador têm prejudicado a imagem da sigla, na véspera de eleições.

Ainda de olho em 2018, o tucano deverá decidir se concorre novamente a uma vaga no Senado ou se decide concorrer a uma cadeira na Câmara. Alguns aliados avaliam que as acusações que pesam contra Aécio não têm chances de se eleger senador e que deve concorrer ao cargo de deputado para garantir foro privilegiado após 2018.

 

Um comentário em “FOLHA: De volta ao Senado, Aécio ainda enfrentará desgaste político e jurídico

  • 18 de outubro de 2017 em 13:19
    Permalink

    Alguém tinha duvida disso? Quase todo mundo lá em cima, tá enrolado nessa ou naquela investigação do MP, ninguém ia querer dar poder para o supremo pra poder afastar esses politicos safados. Esse cara também não ganha mais nem pra sindico de prédio. Ficou rico colocou MInas entre os piores estados pra se viver. Deixou Minas quebrada e aposto que se for a fundo tem muita maracutaia em furnas, onde trabalha o filho do deputado Domingos Savio, com um salario bem generoso.

    Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PODCAST: escuta essa!!