Vereador exagera em denúncia contra servidora de Divinópolis que é vereadora em São Sebastião do Oeste; Comissão é instaurada para apurar


O efeito vereador Cleitinho Azevedo, que faz vídeos que dão milhares de acessos no Facebook, tem perturbado bastante outros vereadores da Câmara de Divinópolis, que ficam sem saber o que fazer, como trabalhar para tentar ter  visibilidade, diante da estrondosa aceitação de Cleitinho nas redes sociais. Foi o que pode ter acontecido, quando o vereador Ademir de posse de uma denúncia anônima, posteriormente ao apurar o caso, não levou em consideração que a servidora Sirléia Moreira Tavares, a despeito de ter cometido muitas faltas, segundo o secretário de Desenvolvimento Social, Juliano Prado, que conversou com o Divinews na noite desta quarta (16), ela usou o banco de dados, de débito e crédito de horas, e já havia pago muitas de suas ausências, e que restou 43 horas, se divididas por 6 horas de trabalho diariamente, com o horário especial da Prefeitura de 12 as 18 horas,  dão 7 dias de ausência que também segundo o secretário, serão descontados da folha da servidora, e não o astronômico número de faltas apresentados pelo vereador  –  O secretário explicou ao Divinews que, quando chegou a denúncia as providências já haviam sido tomadas e ainda que a denúncia anônima possa ser fruto de pessoas que estavam acostumadas em uma zona de conforto e com a mudança de governo, existem também mudanças na organização administrativa da Secretaria, e isso incomoda os mais antigos – O fato é que, diante da situação que foi divulgada por quase toda mídia local, nesta quarta (16) ficou decidido que a Comissão de Processo Administrativo analisará as denúncias sobre a situação funcional da servidora concursada Sirléia Moreira Tavares. Ocasião em que será aberto espaço de defesa para a servidora socióloga e a comissão apurara o ponto biométrico. No comunicado da Prefeitura, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social confirmou que a servidora tem 6 faltas de janeiro a julho. E que tais ausências serão descontadas na folha de pagamento do próximo mês – O secretário também elogiou a capacidade técnica da servidora, que tem um vasto conhecimento na área, que lhe propiciou ser secretária de Desenvolvimento Social na cidade de Carmo do Cajuru

 

2 comentários em “Vereador exagera em denúncia contra servidora de Divinópolis que é vereadora em São Sebastião do Oeste; Comissão é instaurada para apurar

  • 24 de agosto de 2017 em 19:05
    Permalink

    Nesse caso da vereadora, entendo que NÃO HÁ ILÍCITO, pois, o artigo 38, da Constituição Federal, em seu inciso III, deixa claro que qualquer servidor público pode exercer o mandato de vereador sem que tenha que deixar o seu cargo original, observando a compatibilidade dos horários. Como as reuniões na cidade dela, que é São Sebastião do Oeste e está a meia hora de Divinópolis, ocorrem apenas 1 vez a cada 15 dias, é perfeitamente possível conciliar com o seu horário como servidora aqui. Agora, se formos avaliar a questão ética, cada um tem a sua opinião, e tem que ser respeitada. Assim, entendo que NÃO HÁ ILÍCITO NESSA CASO.

    Resposta
  • 17 de agosto de 2017 em 08:30
    Permalink

    Bom dia. É surpreendente como o ERRADO é o CERTO nesse nosso país. Como conseguem dar uma visão diferente do ilícito. Se sois vereadora, assuma sua cadeira no legislativo, e opte por receber do município de divinópolis ou como vereadora. Mas, se dando um jeitinho, que é o que ocorre, ela quer receber duas vezes. E não está nem aí se prejudica ou não. Vergonhoso. Ela como sociólogo, deveria ter uma noção maior de ÉTICA PROFISSIONAL E CIDADANIA. Principalmente pela fala do secretário, que a mesma, é uma profissional de alto nível. Difícil, né ?????

    Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PODCAST: escuta essa!!