Professores do município de Divinópolis decidem pela continuidade da greve; CEMEI opta por retorno


Em assembleia realizada na noite desta segunda-feira (26), os professores da rede pública municipal, de Divinópolis, por unanimidade optaram pela continuidade do movimento paredista – Contudo, 9 votos foram favoráveis que houvessem apenas a Operação Tartaruga e 10 professores votaram se abstendo de qualquer decisão –  A greve dos professores, que começou há 15 dias,  é em consequência dos atrasos dos pagamento dos salários da classe, que segundo a Prefeitura, só pode ser pago com recursos do FUNDEB, que não é repassado pelo Governo do Estado, e não pelo caixa geral, pois o entendimento do Tribunal de Contas, é que os recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica, não pode retornar para o  caixa geral dos municípios –  Entretanto, apesar da greve, o CEMEI Maria José Fernandes, comunicou através de rede social que retornará às aulas nesta terça-feira (27). A equipe da escola, diz ainda que, “Nossa Luta continua” e que “o retorno é simplesmente para não perdermos ainda mais nossos direitos”.

4 comentários em “Professores do município de Divinópolis decidem pela continuidade da greve; CEMEI opta por retorno

  • 28 de novembro de 2018 em 12:08
    Permalink

    Tem vários servidores sem receber salário. Não são só os professores. Os funcionários que continuam trabalhando, mesmo não recebendo salário sabem que pra pagar, precisa dinheiro. Não tem uma plantação de dinheiro na sede da Prefeitura. Da mesma forma que você precisa receber do Município para pagar suas contas, a Prefeitura precisa receber os repasses estaduais para te pagar. Como não tem dinheiro e não é possível, os professores fazem como crianças birrentas e saem prejudicando os alunos e seus familiares para jogar o povo contra o Prefeito. A verdade é essa.

    Resposta
  • 28 de novembro de 2018 em 09:23
    Permalink

    TÁ LOUCO, OU LOUCA, QUEM ESCREVEU UMA BARBÁRIE DESTA? Você trabalharia sem receber seu salário?
    Perdemos o senso da “Lei, da Moral e dos Bons Costumes”. PARABÉNS aos professores que permaneceram.
    Daqui alguns anos agradeceremos à eles por ensinarem hoje, áqueles, que no futuro reivindicarão seus direitos de um salário justo.

    Resposta
  • 27 de novembro de 2018 em 14:00
    Permalink

    Outros municipios estão sim usando outros recursos para pagar, isso é balela desse prefeito que tem um longo historico de descaso com a educação. E para os que voltaram, abriram mão da ùnica arma que tem para reinvindicar seus direitos.
    E detalhe, NÃO SOU PROFESSOR.

    Resposta
  • 27 de novembro de 2018 em 12:18
    Permalink

    Parabéns aos professores do CEMEI que de forma sensata compreendem a situação que já foi explicada inúmeras vezes e não aceitam continuar a participarem desse movimento politiqueiro vingativo.

    Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  +  1  =  4