Banner
DiviNews Tecnologia Geral DIVINÓPOLIS URGENTE: Assassino de Suelen Carvalho Pereira se apresenta na Delegacia de Polícia, e É LIBERADO
Seg, 12 de Setembro de 2016 18:49 - Atualizado ( Qua, 14 de Setembro de 2016 18:03 )

DIVINÓPOLIS URGENTE: Assassino de Suelen Carvalho Pereira se apresenta na Delegacia de Polícia, e É LIBERADO

DiviNews
Conforme informações iniciais de membros do grupo de WhatsApp (Sirlene), posteriormente confirmado pelo Divinews diretamente com a Delegada Gorete Rios, titular da Delegacia de Mulheres, o assassino da jovem Suelen Carvalho Pereira, de 21 anos, Tiago Mota Marciano, se apresentou na manhã desta segunda-feira (12), cerca de 24 horas após ele ter matado Suelen. Ele prestou depoimento por aproximadamente 4 horas, e a seguir foi liberado. Ainda segundo a Delegada, de agora em diante é com a Justiça – A liberação de Tiago, já está causando uma grande revolta nas redes sociais. E os internautas exigem que a justiça seja feita. A advogada Adriana Ferreira, inicialmente lamentou o fato e a seguir, explicou tecnicamente por que razão Tiago foi liberado: Em nosso ordenamento jurídico a “apresentação espontânea, consistente no comparecimento voluntário de uma pessoa após praticar conduta potencialmente criminosa, noticiando os fatos para a autoridade policial, impede a sua prisão em flagrante delito. “. O que se tem é que, salvo melhor juízo, tudo foi feito de caso pensado (pensando bem, pode-se dizer que sim, pois não reside no local onde aguardava por Suellen e não acredito que andasse com arma branca até porque é também é proibido por lei), pois desde sábado mesmo já haviam rumores nos grupos de whatsapp e conversas pela cidade e região que a notícia de suicídio havia sido tão somente para despistar da polícia e assim se valer das benesses do Código de Processo Penal. E infelizmente caso a prisão tenha sido decretada, seria facilmente revogada face ao entendimento sedimentado também na jurisprudência, como se observa na decisão do Egrégio Supremo Tribunal Federal, abaixo reproduzida: “Prisão em flagrante. Não tem cabimento prender em flagrante o agente que, horas depois do delito, entrega-se à polícia, que não o perseguia, e confessa o crime. Ressalvada a hipótese de decretação da custódia preventiva, se presentes os seus pressupostos, concede-se a ordem de habeas corpus, para invalidar o flagrante.” - Assim sendo, só nos cabe lamentar que após depor, Tiago Marciano simplesmente ixado o prédio da Delegacia de Polícia como se nada tivesse acontecido, vez que para isso bastou se comprometer a comparecer a todos os atos para o regular andamento do processo", finalizou a advogada. 


Imprimir E-mail PDF
Comente esta notícia
Busca RSS
Luana  - Pena de morte   |2016-09-13 11:38:24
Neste lixo de país nada funciona... O fdp confessou o crime e foi liberado como quem roubou umas laranjas no mercado e depois se arrependeu.
Acredito que tudo se resolva com uma pena de morte para réus confessos. Nosso país seria outro se adotasse as rígidas penas dos países como EUA, Indonésia, dentre outros.
Anônimo   |2016-09-13 07:20:54
To indignado com essa lei desse Brasil que vivemos, ele tem que pagar por isso
Anônimo  - anonimo   |2016-09-13 04:51:43
a justiça de deus tarda ;mais nao falha
Anônimo   |2016-09-12 18:56:56
canalha mesmo! E as leis desse país?
indignado  - Muita injustiça...   |2016-09-12 18:32:00
Que pouca vergonha dessa lei no Brasil, se o cara matou, prende logo, merecia era ser cortado o pescoço como fez com a pobre jovem, vai pagar muito caro, covarde...
Opinião   |2016-09-12 17:26:08
Canalha
Escrever um comentário
Nome:
E-mail:
 
Website:
Título: