“Diviprev tem superávit e condições de se manter por uns 20 anos”, diz superintendente do instituto


Conforme declaração do Superintendente Interino do Diviprev, Aguinaldo Henrique Lages, na prestação de contas que foi feita na Câmara de Divinópolis na tarde desta última segunda-feira (13), a atual situação do instituto não é deficitária como algumas divulgações feitas, mas pelo contrário a previdência dos servidores conta com superávit financeiro. “O instituto não é deficitário, o projeto de Segregação de Massas era uma forma preventiva de controlar as arrecadações para o futuro. Porém, a Diviprev ainda tem condições de se manter por cerca de aproximadamente uns 20 anos”, afirmou Aguinaldo Lages – Os gráficos que foram apresentados mostraram um superávit financeiro de R$ 4 milhões no mês de janeiro.

O Gerente de Benefícios, Denis Alves Dias, informou aos Vereadores que nos meses de Janeiro, Fevereiro e Março, houveram 44 analises de aposentadorias, 68 requerimentos, 140 marcação de perícias, 07 licenças maternidade e um total de 45 aposentadorias concedidas.

Já a Contadora do Instituto, Aparecida Lúcia Martins, demonstrou que foram recolhidos dos servidores mais de R$ 3 milhões. E a Contribuição Social Intra-Orçamentária Patronal foi de mais de R$ 6 milhões. Com relação à Receita Geral do Trimestre, os valores foram de R$ 10 milhões em Janeiro; R$ 8 milhões em Fevereiro e R$ 7 milhões em Março, totalizando R$ 26.088.204,26 milhões. Já as despesas gerais os gastos foram de R$ 6 milhões em Janeiro; R$ 5 milhões em Fevereiro e R$ 6 milhões em Março, totalizando R$ 18.303.168,71. As despesas administrativas foram de R$ 1.016.157,23 no trimestre.

O Superávit Financeiro foi de R$ 4 milhões no mês de Janeiro, R$ 2 milhões em Fevereiro e diminuindo no mês de Março para R$ 991 mil.

Um comentário em ““Diviprev tem superávit e condições de se manter por uns 20 anos”, diz superintendente do instituto

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

COMENTÁRIO SEM IDENTIFICAÇÃO DO FACEBOOK