Enquanto Divinópolis perde empresas, Samonte ganha a expansão de uma das maiores de laticínio do país, a Embaré; investimento de R$ 15 milhões


Depois do anúncio feito pelo presidente da empresa Romero Marinho da sua intenção em expandir a produção da Embaré, abrindo uma nova unidade em Santo Antônio do Monte, para a produção a princípio de queijo, mas que no futuro desenvolverá outros produtos, com investimento de R$ 15 milhões com a reestruturação do imóvel e compras de equipamentos. O prefeito de Samonte, Dinho do Braz, que na verdade foi quem ativamente buscou o investimento para a cidade, e estrategicamente quase que “forçando” que a empresa fosse para a cidade, realizando diversas reuniões que existiram anteriormente ao anúncio do presidente da empresa, enviou um projeto de lei para a Câmara no sentido de viabilizar o investimento na cidade.

O Divinews em contato com o prefeito Dinho na manhã deste sábado obteve dele como foi a negociação, Conforme sua explicação a Embaré está comprando o parque industrial da Coopersam, pois se não fosse ela, já havia uma outra empresa do mesmo segmento que também tinha interesse na cidade. Então, para não correr risco e concorrência da própria Coopersam, tomou a atitude do investimento em Samonte.

Para viabilizar o negócio, mas que já está em tramitação, não nenhuma possibilidade de retrocesso, porém é necessária a revogação das cláusulas de impenhorabilidade e inalienabilidade do imóvel doado pela Prefeitura à Cooperativa Coopersam em 2015, para isso o prefeito e o vice-prefeito Luís da Glorinha, se reuniram com representantes da Coopersam e o juiz de direito, José Rafael Gontijo para discutir e resolver o assunto.

O prefeito Dinho, explicou que a cidade, além de ser poló de fogos pirotécnico é também a terceira bacia leiteira do Estado, e precisa aproveitar e explorar essa vocação econômica, de gerar emprego e renda para o município. Como acontecerá agora com a expectativa de que até o final de 2020, serão gerados pela Embaré, aproximadamente 220 novos postos de trabalho.

O fato é que, Dinho, na análise do Divinews que tem visitado diversos municípios da Região Centro-Oeste e conversado com diversos prefeitos, pelo trabalho ele que está fazendo, propiciando desenvolvimento para a cidade, ao lado de outros, no máximo uns quatro chefes de Executivo, se apresenta como um dos melhores da região.

 

 

5 comentários em “Enquanto Divinópolis perde empresas, Samonte ganha a expansão de uma das maiores de laticínio do país, a Embaré; investimento de R$ 15 milhões

  • 12 de maio de 2019 em 08:22
    Permalink

    Acorda prefeito e vereadores.vcs não querem que a cidade cresa quantos anos não vem nada pra cá vcs só expulsam as empresas.

    Resposta
  • 11 de maio de 2019 em 17:49
    Permalink

    Nada demais. Santo Antonio está muito perto de Lagoa da Prata, sede da Embaré, o que favorece a logística e reduz custos. Já havia outra empresa concorrente na disputa. Operação empresarial bem sucedida, nada mais que isto.
    Iriam levar a fábrica para uma cidade mais longe , alterando e encarecendo a logística, claro que não!. E teve o trabalho dos gestores do município também.
    Parabéns a todos.

    Resposta
  • 11 de maio de 2019 em 16:09
    Permalink

    nao tenhamos inveja a nossa vez vai chegar

    Resposta
  • 11 de maio de 2019 em 11:22
    Permalink

    Deus que me livre: se ele está entre “os melhores da região”, não dá nem para imaginar os piores…

    Mister se faz deixar bem claro que todo o mérito, na vinda da EMBARÉ para a cidade, é da diretoria da COOPERSAM, especialmente do Presidente José Marcos de Castro.

    Resposta
    • 13 de maio de 2019 em 07:40
      Permalink

      O pior dos piores está aqui em Divinópolis

      Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

COMENTÁRIO SEM IDENTIFICAÇÃO DO FACEBOOK