Presidente do ABC ao falar de Desenvolvimento Econômico comparou Divinópolis ao Velho Oeste; “As autoridades não nos querem aqui”


Em entrevista concedida ao jornalista Luciano Eurides, da Radio Minas, o empresário Valdemar Amaral, do Supermercados ABC, que começou sua rede em Divinópolis, e   atualmente está presente em dezenas de cidades mineira, reclamou e muito, não somente da administração atual do prefeito Galileu Machado, mas da cidade de um modo geral, de como são históricos os entraves burocráticos no município, citando como um dos exemplos a dificuldade que foi a instalação da cervejaria Kaiser na cidade – O empresário lamentou que em outras cidades a receptividade e a atuação dos órgãos competentes atuam no sentido de facilitar as coisas enquanto em Divinópolis, que em consequência disso, ele adjetivou como Velho Oeste, dificultam as coisas. Contou que está para abrir um CD (Centro de Distribuição) que vai gerar 270 empregos, porém não tem oferta de terrenos, e que ninguém se interessou ainda, enquanto fora as coisas são mais fáceis.

Na entrevista, Valdemar afirmou que o país e o Estado estão mudando, e Divinópolis não está, que parou no tempo. Que a cidade precisa gerar empregos atraindo investimentos.

O empresário falou que Divinópolis parou no tempo. Alega que o Estado não está pagando, “eu sei, não está pagando ninguém, nenhuma prefeitura está recebendo, mas temos que pular, adiantar por que o dia que sair o dinheiro, ele será para fazer outras coisas.

Valdemar criticou também o fato de Divinópolis não ter voo para Campinas. A cidade é grande para não ter transporte aéreo, afirmou

Disse que está no Sul de Minas, depois de Uberaba agora está abrindo 4 lojas em Uberlândia, e a receptividade é outra, que são bem tratados. Citou uma frase de Paulo Piau, prefeito de Uberaba, “aqui papel não para. Já o Zé Eustaquio prefeito de Passos, falou que eu posso ir que serei bem recebido. Aprovei uma loja lá em seis meses. E ele disse “Pode começar a construir”, concluiu dizendo “É assim que se faz”.

“Já em Patos de Minas, contou que construiu um hiper, parecido com o de Divinópolis, que la tem restaurante, drogaria e que agora estou montando um posto de gasolina, tudo em um quarteirão só, e que deve gerar uns 300 empregos, gera renda, gera competição”.

Falou ainda que,  não existe nenhuma loja programada para ser inaugurada em Divinópolis: “Para o Velho Oeste, não”.

O repórter insiste, o instando: “Por que não no Velho Oeste?”

Ele responde que são pelas dificuldades. “Tem algum valor o empreendedor, tem alguma facilidade. Alguém se interessa que uma loja gere 100 empregos, 200 empregos”

O repórter volta a perguntar. Mas se o ABC desistir de Divinópolis? O empresário responde: “O ABC não está desistindo de Divinópolis, mas você tem que investir onde as coisas andem e se facilite as coisas. Você tem que estar onde o povo quer; Aqui as autoridades não querem que a gente esteja aqui. Eu não estou pedindo nada fora da legislação. Estou pedindo velocidade e facilidade”

E falou das suas agruras com a administração municipal: “Tenta falar com as autoridades aqui em Divinópolis?? Tenta falar, para ver quantos dias que você gasta, isso é antigo desde a época da Kaiser, a Kaiser para vir para Divinópolis foi um aborto, depois até foi embora – Mas é assim, é o estilo de governo de Divinópolis. É preciso de pensar fora da caixa, é só gestão, só isso”.

 

 

Com Portal MPA, (autorizada de Mayrink Pinto de Aguiar

15 comentários em “Presidente do ABC ao falar de Desenvolvimento Econômico comparou Divinópolis ao Velho Oeste; “As autoridades não nos querem aqui”

  • 21 de abril de 2019 em 14:07
    Permalink

    Fez fortuna aqui, pagando o mínimo para seus funcionários, que detestam trabalhar lá: vá em qualquer ABC hoje, olhe bem para os funcionários; depois, volte em 2 meses e tente identificar os rostos de novo. A maioria saiu, ninguém para lá, rotatividade altíssima por baixos salários e condições ruins.

    Você quer é dinheiro do povo, na forma de incentivos e isenções, só pra ficar mais rico e explorar mais o povo, na forma de salários ruins.

    Espertão.

    Resposta
  • 20 de abril de 2019 em 20:26
    Permalink

    Mais ninguém vê a briga dos Engenheiros e Arquitetos para poder construir e gerar empregos na cidade, tudo por incompetência dessa prefeitura.
    Até CPI dos projetos criaram e tá pior do que era antes para liberação dos alvarás.

    A cidade acabou mesmo, indústrias e construção civil tudo parando.

    Resposta
  • 20 de abril de 2019 em 18:09
    Permalink

    Eu queria uma loja ABC em Itapecerica! Ajudar a crescer ainda mais nossa cidade!

    Resposta
  • 20 de abril de 2019 em 10:39
    Permalink

    Tem toda razão. Divinópolis está completamente abandonada. Não cresce, não desenvolve. Precisa muit de políticas para atrair empresas e empregos, aumentar a renda e economia.

    Resposta
  • 20 de abril de 2019 em 08:48
    Permalink

    Também concordo
    Aqui em Divinópolis ninguém que está em um ramo de negócio deixa outro chegar
    Cada um se diz dono do pedaço
    Aqui cada um manda e faz de tudo pra não virem mais empresas concorrentes.
    Não é velho oeste
    São os velhos que fazem da cidade seu oeste.
    Aqui os velhos do oedte não concordam em pagar imposto justo.
    Aqui os velhos do oeste gostam de falar muito fazerem pouco
    Só fazem quando levam vantagem quando têm lucro e não precisam de investir muito
    Aqui em um momento de dificuldade financeira nunca visto só escutamos VB criticas.
    Ninguém aparece pra dar uma sugestão.
    Só se ouve criticad

    Concordo com o senhor.
    Divinópolis tá precisando de gente que faz
    Tá parecendo mesmo o velho oeste.
    Cada um é dono de um pedaço.

    Resposta
  • 20 de abril de 2019 em 08:28
    Permalink

    esse tem conhecimento tomara que ele apoie o marquinho clementino para prefeito o conhecimento desse senhor que eu nao conheco pessoalmente em administrar e imenso

    Resposta
  • 19 de abril de 2019 em 20:39
    Permalink

    Não tá pedindo nada, só “facilidades”. Ainda bem que o país está acabando com a safadeza.

    Resposta
    • 23 de abril de 2019 em 21:06
      Permalink

      “Eu não estou pedindo nada fora da legislação. Estou pedindo velocidade e facilidade”
      Acho que você não leu ou não entendeu bem a matéria colega

      Resposta
  • 19 de abril de 2019 em 18:24
    Permalink

    falou tudo seu Valdemar , cidade dos buracos e dos forasteiros…

    Resposta
  • 19 de abril de 2019 em 17:40
    Permalink

    Esse políticos deveriam tomarem vergonha na cara e trazer indústrias para essa cidade, nossa velho oeste ah os xerifes dai nem ligam, continuam com suas vidinhas e suas mansões e seus cartões, agora o povo, ah o povão , uma upa, sem segurança sem diversões, sem grandes empresas, ah e tá bao dimais, quem manda é nois.

    Resposta
  • 19 de abril de 2019 em 17:13
    Permalink

    Parabéns Valdemar!!! Divinopolis cresce todos os dias e não vai parar de crescer. Carece de administradores que realmente querem fazer desta uma cidade melhor com perspectivas reais de crescimento e oportunidades. Felizmente este ciclo de más gestões um dia irá acabar.

    Resposta
  • 19 de abril de 2019 em 17:12
    Permalink

    Meu caro amigo Valdemar Amaral, estamos de abertos para recebê-lo em nossa Carmo do Cajuru. Nao somos grandes mas queremos que tudo de bom aqui esteja e seja implantado. Vamos conversar? Abraço. Edson Vilela – Prefeito de Carmo do Cajuru

    Resposta
  • 19 de abril de 2019 em 12:08
    Permalink

    Divinópolis não precisa mais de empregos.
    Basta uma indicação e você já estará empregado na câmara ou prefeitura.
    Ah …e o que é melhor: não precisa trabalhar ou ter compromisso com com a cidade e sua gente!

    Resposta
  • 19 de abril de 2019 em 12:03
    Permalink

    Safado, sem vergonha! Ficou milionário em Divinópolis. Impediu várias vezes a vinda de grandes redes como Carrefour para Div! Investiu no ramo imobiliário aqui (cidade de especulador imobiliário!!) e ainda quer “terreninho” pra montar CD! Agora que expandiu e virou “rei” fica fácil cuspir no prato…

    Resposta
  • 19 de abril de 2019 em 11:37
    Permalink

    A bem da verdade, não houve nenhuma dificuldade para a instalação da Kaiser/Coca-cola, pelo contrário, foi exatamente a luta e o esforço do então prefeito Fabio Notini, que elas aqui se instalaram!!!

    Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

COMENTÁRIO SEM IDENTIFICAÇÃO DO FACEBOOK