Praça do Santuário, ganha segurança com instalação da Base Móvel Comunitária da PM


Há alguns dias, o deputado estadual Cleitinho Azevedo (PPS) anunciou que por pedido da população, que reclamava dos roubos e do aumento da violência, tinha conseguido junto ao Comando Geral da PM, em Belo Horizonte, o compromisso da transferência da Base Móvel de Segurança Comunitária da PM, que estava localizada na esquina da Rua São Paulo com Avenida Primeiro de Junho, para a Praça do Santuário. E nesta segunda-feira (15), em uma cerimônia que contou com a presença de diversas autoridades, dentre elas o deputado federal domingos Sávio, que falou do pagamento de sua emenda, que totaliza R$ 1 milhão para a modernização da rede de radiocomunicação da PM, além da destinação de viaturas para a região que está subordinada ao Comandante da 7ª RPM, coronel Webster Wandim.

Conforme informações da Agência Regional de Comunicação Organizacional da Policia Militar, as bases de Segurança Comunitária foram entregues ao município em dezembro de 2018 e distribuídas em setores de policiamento da cidade. Um dos locais contemplados foi o quarteirão fechado da Rua São Paulo. Contudo, após demandas da sociedade civil organizada e estudos de situação realizados pelo 23º Batalhão, a Diretoria de Apoio Operacional da Polícia Militar autorizou a reinstalação da Base Comunitária na Praça do Santuário, com vistas a atender o grande fluxo de pessoas que transita e permanece na Praça e imediações.

O Vice-Prefeito de Divinópolis, Dr. Rinaldo Valério, enalteceu o trabalho da Polícia Militar em Divinópolis e destacou a importância da Praça do Santuário para o município como ponto de referência cultural. Esteve presente também o Deputado Estadual Cleitinho Azevedo, o qual ressaltou a necessidade de se reforçar o policiamento também na periferia da cidade. O Deputado Federal Domingos Sávio reforçou o compromisso com a Instituição e com a população de Divinópolis ao lembrar da descentralização da verba parlamentar para a instalação da rede digital de comunicação na cidade.

Já o Coronel Webster destacou a necessidade de se estreitar os laços entre a comunidade, a sociedade civil organizada e a Polícia Militar, e listou os índices extremamente positivos que a Operação 7ª Região Mais Segura tem alcançado. A Operação teve início em março e está dividida em diversas fases com focos específicos. O Comandante também explicitou que o efetivo empenhado na Base diariamente será de quatro policiais militares, dois diretamente na Base, atendendo ao público e realizando o policiamento ostensivo no entorno, e dois motociclistas realizando o patrulhamento no comércio local e ruas adjacentes.

O deputado federal Domingos Sávio, aproveitou o ato de inauguração para reforçar que em maio próximo, entregará viaturas para as cidades de Carmo do Cajuru, Divinópolis, Lagoa da Prata, Nova Serrana, Oliveira, Santo Antônio do Monte, Abaeté, Bom Despacho, Papagaios e São João Del Rei. “Parabenizo a Polícia Militar por resgatar a nossa Praça do Santuário e reafirmo o meu compromisso de sempre trabalhar pela segurança da cidade, a exemplo disso, busco ouvir aos anseios das Polícias, Civil e Militar, para contribuir no que me cabe. Exemplo disso, são três grandes investimentos que pudemos contribuir nos últimos meses: a modernização da radiocomunicação, viaturas novas e o equipamento Cellebrite, que certamente, surtirão efeito na segurança regional”, informou.

O comandante da 7ª Região, Webster Wadim, alertou que o recurso já está disponível e que os equipamentos estão sendo adquiridos e instalados. A mudança impedirá que criminosos conectem-se à frequência da PM, que atualmente é analógica. “A radiocomunicação da Polícia Militar ainda é um sistema antigo que está sujeito a interferências, está sujeito a uma série de problemas. Com esta emenda do deputado Domingos Sávio, teremos um sistema digital, mais moderno, mais seguro, que inclusive não permite que os bandidos fiquem rastreando o trabalho da polícia”, explica.

Domingos anunciou ainda que já está depositado em conta para a Polícia Civil de Divinópolis, emenda para a compra do equipamento, Ufed Touch, desenvolvido pela empresa israelense Cellebrite – mesmo nome do projeto dado pela Polícia Civil – , que possibilita extração e análise de todo conteúdo digital em smartphones, tablets ou aparelhos GPS de pessoas suspeitas ou vítimas. A informação estratégica é obtida mesmo que tais dados sejam bloqueados por senha ou criptografia, ou ainda que tenham sido apagados da memória do dispositivo pelo usuário.

  

 

 

 

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

COMENTÁRIO SEM IDENTIFICAÇÃO DO FACEBOOK