SAÚDE: O que é cateterismo cardíaco procedimento realizado pelo prefeito de Divinópolis, Galileu Machado


O cateterismo cardíaco, cinecoronariografia, angiografia coronária ou estudo hemodinâmico é um exame invasivo para examinar vasos sanguíneos e o interior do coração. Consiste na introdução de um cateter (tubo flexível extremamente fino) na artéria do braço ou da perna do/a paciente, sendo conduzido até o coração.

É um procedimento realizado por médicos/as cardiologistas treinados especificamente em Cardiologia Intervencionista e Hemodinâmica que pode ser utilizado para diagnosticar ou tratar doenças cardíacas (tais como infarto ou angina).

Durante o exame são feitas injeções de contraste iodado através do cateter, o que permite a visualização das artérias coronárias, das câmaras e valvas do coração. O exame envolve a aquisição e geração de imagens que posteriormente são disponibilizadas para o/a paciente em filmes e fotos.

Através deste procedimento, é possível, por exemplo:

  • Avaliar se as artérias coronárias, que irrigam a musculatura do coração, estão entupidas (aterosclerose, por exemplo) ou não;
  • Desobstruir artérias e válvulas;
  • Verificar a integridade das válvulas e do músculo cardíaco;
  • Verificar a existência de alterações anatômicas no coração não confirmadas por outros exames;
  • Mostrar em detalhes, caso exista, uma malformação congênita em recém-nascidos e crianças.

Antes do exame, é recomendado estar de jejum por 4 horas, suspender o uso de medicamentos em uso domiciliar, em especial (especialmente diuréticos, anticoagulantes, aspirina e metformina) e ficar em repouso.

Se você já tiver apresentado algum tipo de alergia ao ter realizado previamente um exame que utilizou contraste, entre em contato com o/a médico que solicitou o exame ou com o Setor de Intervenção Cardiovascular para receber as orientações necessárias.

Recomenda-se levar os exames feitos nos últimos 6 meses, como: teste de esforço, cintilografia miocárdica, cateterismo ou angioplastia, relatórios de cirurgia cardíaca e resultados de exames laboratoriais.

O cateterismo é realizado, passo a passo, da seguinte forma:

  • Anestesia local (o/a paciente fica acordado durante todo o procedimento);
  • Realização de uma pequena abertura para entrada do cateter, na pele da virilha ou do antebraço, na altura do punho ou cotovelo;
  • Inserção do cateter (geralmente com cerca de 2,5 milímetros de diâmetro e 1 metro de comprimento) na artéria (geralmente, radial, femoral ou braquial) que será conduzido pelo médico especialista, guiado por um aparelho de radiografia, até o coração;
  • Localização das entradas das artérias coronárias direita e esquerda;
  • Injeção de uma substância à base de iodo (contraste) que permite a visualização das artérias e de seus pontos de entupimento por raios X;
  • Verificação das pressões dentro do coração;
  • Injeção de contraste dentro do ventrículo esquerdo, permitindo visualização do bombeamento cardíaco.
  • Após o exame, o/a paciente deve ficar em repouso por 4 a 6 horas enquanto seus sinais vitais são analisados para prevenir complicações e tratar imprevistos.

O exame não é doloroso. O/a paciente pode sentir, no máximo, algum incômodo com a picada da anestesia e uma onda de calor no peito passageira quando o contraste é injetado. O tempo de duração do exame varia conforme a facilidade de cateterizar o alvo, sendo geralmente mais longo em pacientes que já se submeteram à cirurgia de revascularização do miocárdio.

Normalmente, o exame não demora mais que 30 minutos, sendo necessário permanecer em repouso por algumas horas e, se não houver problema, o/a paciente recebe alta, caso tenha realizado apenas o cateterismo sem outro procedimento associado.

Após o exame, o tempo mínimo de repouso absoluto será de 4 a 6 horas. A cabeceira do leito não poderá estar levantada a mais que 30º e a pessoa não deve tentar se levantar durante esse período. Após o exame, será realizada a administração de soro e líquidos por via oral para facilitar a remoção do contraste do organismo.

Para mais informações sobre cateterismo cardíaco, procure o/a médico/a cardiologista.

Quais são os riscos do cateterismo cardíaco

O cateterismo cardíaco, conhecido também por angiografia coronária, é um procedimento relativamente seguro, devido a evolução das máquinas e materiais utilizados, além da experiência adquirida pelas equipes ao longo do tempo.

Porém, como todo procedimento cirúrgico, apresenta seus riscos, e neste caso podemos destacar como os riscos mais comuns:

  • Sangramento e infecção no local da entrada do cateter;
  • Queda da pressão arterial durante o procedimento;
  • Lesões nos vasos sanguíneos examinados, causando hemorragias;
  • Reação alérgica ao contraste utilizado durante o exame;
  • Arritmia cardíaca (batimento cardíaco irregular);
  • Formação de coágulos, causando obstruções como: AVC (derrame cerebral) e Infarto agudo do miocárdio (IAM); e
  • Derrame pericárdico (acúmulo de sangue ao redor do coração), impedindo batimento cardíaco normal.

Entretanto, o risco de complicações graves, como infarto, derrame cerebral e ou sangramentos durante e/ou após um cateterismo, são raros, atualmente ocorrem em menos de 1% dos casos.

Nos casos de cateterismo cardíaco programado, sem ser em caráter de urgência, esses riscos são ainda menores, visto que haverá tempo para estabilizar, na medida do possível, os fatores de risco pré-existentes.

Contudo, os riscos podem estar aumentados nos casos de:

  • Portadores de diabetes, principalmente quando a doença está mal controlada;
  • Portadores de doença renal;
  • Indivíduos com mais de 75 anos e
  • Pacientes mais graves, em fase aguda de infarto do miocárdio por exemplo.

O que é cateterismo cardíaco?

O cateterismo cardíaco é um exame invasivo que serve para detectar obstruções nas artérias do coração, tratar essas obstruções ou verificar o funcionamento do músculo e das válvulas cardíacas.

Como é feito o cateterismo cardíaco?

O cateterismo cardíaco é realizado através da introdução de um cateter flexível e específico, em um dos vasos sanguíneos do braço ou da perna do paciente, que será conduzido até o coração, guiado por imagens geradas por um aparelho especial de raio-x.

Durante a realização do cateterismo, são aplicadas injeções de contraste pelo cateter, permitindo ao médico visualizar o trajeto até as artérias coronárias e as estruturas internas do coração.

O tempo de duração do cateterismo cardíaco costuma ser inferior a 30 minutos. Porém, após o procedimento, é necessário permanecer em repouso absoluto no hospital durante cerca de 6 horas. Só após esse período de recuperação e observação, a pessoa poderá voltar para casa.

Para mais informações sobre cateterismo cardíaco, procure o seu médico de família, um clínico geral ou um cardiologista.

 

Fonte: Médico Responde

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

COMENTÁRIO SEM IDENTIFICAÇÃO DO FACEBOOK