Sindicatos querem aumento de 4,59%; mesmo percentual concedido por Kaboja para servidores da Câmara de Divinópolis


Conforme comunicação dos sindicatos enviados para a imprensa, neste ano, a revisão inflacionária prevista na lei do gatilho ficou em 4,59%, índice este que a Câmara de Vereadores, através do seu presidente Rodrigo Kaboja já aplicou para todos os servidores do Legislativo, enquanto a Prefeitura de Divinópolis não cumpriu o que está na Lei. Está agendando para essa próxima quinta-feira (21), a Assembleia Geral Unificada do Sintram e Sintemmd para discutir e definir a pauta de reivindicações do funcionalismo municipal de Divinópolis, mais especificamente os servidores da Prefeitura, referente ao ano de 2019, que será levada para a mesa de negociação com a administração municipal.

A Campanha Salarial é o principal momento de união de uma categoria e neste ano é preciso que os servidores municipais de Divinópolis estejam mais do que nunca atentos e prontos a atender às convocações dos sindicatos, lembrando que a luta sindical é feita com a união de todos e não somente pela diretoria.

O funcionalismo desde o ano passado vem sofrendo com a falta de gestão do governo Galileu, com atrasos e parcelamentos de salários.  O 13º salário foi pago somente na última segunda-feira (18), sendo que desde o final do ano a diretoria do Sintram vem cobrando a administração, inclusive foi feito ato de protesto na Porta do Centro Administrativo e ajuizado mandado de segurança pedindo o seqüestro de verbas para garantia da quitação do benefício.

Gatilho

Neste ano, a revisão inflacionária prevista na lei do gatilho ficou em 4,59%. A Câmara Municipal já publicou a portaria que cumpre com essa obrigação com a aplicação imediata do índice IPCA (IPEAD/UFMG) nos salários do mês de março. Enquanto isso, a Prefeitura de Divinópolis não fez a mesma obrigação.

Reivindicações

A presidente Luciana Santos destacou que o momento exige de todos os servidores muita responsabilidade e união. “É preciso que cada servidor tenha consciência da responsabilidade de participar desta assembleia. A campanha salarial é o principal momento de atuação do sindicato, mas essa atuação depende do apoio e união do trabalhador durante toda a campanha. O cenário não é positivo, então será preciso luta para assegurarmos nossos direitos”, disse.

 

 

5 comentários em “Sindicatos querem aumento de 4,59%; mesmo percentual concedido por Kaboja para servidores da Câmara de Divinópolis

  • 22 de março de 2019 em 19:10
    Permalink

    Pelo amor de Deus… Não se trata de aumento. É apenas reajuste. Atualização dos salários pela inflação do ano passado. Coisa que não temos, de forma integral, há 5 anos.

    Resposta
  • 20 de março de 2019 em 19:10
    Permalink

    todos os funcionarios estao de olho desejando a pas mas preparados para a guerra

    Resposta
  • 20 de março de 2019 em 16:50
    Permalink

    a prefeitura não cumpriu o que está na lei, resultado, mais um achatamento salarial, mais uma ação do sindicato na justiça, mais uma que não vai dar em nada

    Resposta
  • 20 de março de 2019 em 14:49
    Permalink

    Expectativa: o sindicato forte e atuante vai fazer a piada da administração pagar os 4,59%
    Realidade: o prefeito vai enrolar, jogar a culpa no governo do estado (mas segui contratando uma porrada de comissionados), vai propor 0,5% de aumento, o sindicato frouxo vai negociar 1% e vai sair cantando vitória que conseguiu uma grande conquista para os servidores….

    E enquanto isso, aquele famoso aumento do final da administração do Vladimir que ficou para essa pagar virou lenda….

    Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

COMENTÁRIO SEM IDENTIFICAÇÃO DO FACEBOOK