Prefeitura de Divinópolis condiciona parcelamento da sua dívida com Diviprev aos pagamentos do salário de março e 13º


Em Nota, a Prefeitura de Divinópolis, embora não tenha orientado os membros do Governo que tem assento no Conselho do Instituto de Previdência dos Servidores do Município de Divinópolis (Diviprev), segundo fonte. Lamentou que nem todos os conselheiros tenham entendido a pontual necessidade que o parcelamento dos encargos da Prefeitura junto ao Instituto fosse aprovado – E destacou que dentro da programação financeira, é preciso que o financiamento de R$ 9 milhões seja aprovado pelos Conselheiros,  para que, tanto o salário do mês de março, que deverá ser pago até o 5º dia útil de abril, e também o 13º salário, em que existe a expectativa, e tem sido comentado extraoficialmente pelo corredores que poderá será pago até o dia 20 de março.

 

Nota à imprensa

 

Divinópolis, 12 de março de 2019 – A Administração Municipal lamenta que nem todos os conselheiros do Instituto de Previdência dos Servidores do Município de Divinópolis (Diviprev) tenham entendido a pontual necessidade de se aprovar o parcelamento dos encargos proposto pela Prefeitura. É preciso destacar que a medida se faz necessária dentro da programação financeira estabelecida pelo Governo Municipal de pagamento do 13º salário dos servidores da Prefeitura e do salário referente ao mês de março, a ser quitado em abril.

Com a não aprovação, há uma inversão na prioridade de pagamentos e o município terá que pagar primeiramente R$ 9 milhões ao instituto de previdência, o que comprometerá a disponibilidade de recursos imediata para o que vinha sendo planejado. ´

É importante destacar que a Associação Mineira dos Municípios (AMM) vem sinalizando para a possibilidade de um acordo nos próximos dias com o Governo do Estado no sentido de garantir o pagamento do valor retido do mês de janeiro o mais rápido possível. No caso específico de Divinópolis são R$ 11 milhões, o que garantiria o cumprimento dos  compromissos sem a necessidade de parcelamento.

Destaca-se também o fato de que o parcelamento é uma política legal e aplicada por todas as administrações desde a implantação do Diviprev, sem nenhum prejuízo ao instituto.

Assim, a Prefeitura reencaminhará ainda esta semana a proposta de parcelamento com a estipulação de novos prazos e acredita que, diante da realidade apresentada, contará com a sensibilidade de todos os conselheiros no sentido de garantir a quitação do salário dentro do prazo previsto e também do 13º salário, este atrasado desde de dezembro.

3 comentários em “Prefeitura de Divinópolis condiciona parcelamento da sua dívida com Diviprev aos pagamentos do salário de março e 13º

  • 13 de março de 2019 em 14:59
    Permalink

    Prefeitura só arruma desculpas…se tivesse tão sem dinheiro assim…não ficaria contratando mão de obra.Todo dia aparece uma nomeação no Diário Oficial. Uma vergonha!!!!!

    Os nosso vereadores nem se fala, aprovaram um aumento de salário de 5% para eles e funcionários do legislativo. E nós concursados do Executivo temos que arcar com a suposta alegação de ” falta de verbas” . É uma vergonha!!!!!!! Sendo que o dinheiro que paga todos (executivo e legislativo do município) vem de um lugar só.

    Resposta
  • 13 de março de 2019 em 13:07
    Permalink

    Sintram frouxo… Não fazem nada!!!

    Resposta
  • 13 de março de 2019 em 08:38
    Permalink

    E o frouxo do Sintram não vai fazer nada….

    Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

COMENTÁRIO SEM IDENTIFICAÇÃO DO FACEBOOK