Em um novo modelo de gestão implantado no CSSJD, colaboradores elaboram Planejamento Estratégico 2019/2020


“O primeiro dia do resto de nossas vidas nos próximos dois anos!”. Assim definiu a Superintendente do Complexo de Saúde São João de Deus, Elis Regina Guimarães, ao se referir ao importante momento que estava por começar no dia 04 de outubro de 2018: o Planejamento Estratégico 2019/2020 da instituição – Com a presença de 64 colaboradores entre coordenadores e gerentes, Elis iniciou seu discurso falando sobre os conceitos de planejamento e estratégia. Agradeceu a todos profissionais pelo empenho no cumprimento dos objetivos estratégicos criados para a instituição nos anos de 2017/2018, e citou a necessidade de recomeçar um novo ciclo, com novas perspectivas que possibilitarão à instituição seguir crescendo.

Organizado e direcionado pela Assessoria de Planejamento e Gestão Estratégica, o momento seguiu com a explanação de todas as etapas do processo de criação do planejamento, bem como sua programação que será finalizada no primeiro semestre de dezembro.

Em seguida foram iniciadas as dinâmicas de grupos, que propôs um modelo de participação das lideranças quando todos puderam elaborar “grandes questões estratégicas” que nortearão a definição dos objetivos estratégicos da instituição.

Ao final das apresentações da dinâmica, Elis Regina revelou estar agradecida com o envolvimento e com as propostas apresentadas pelas equipes. Ela também explicou o motivo pela adoção deste modelo participativo para definição do futuro do Complexo. “Nos dois anos anteriores de gestão, conseguimos fazer um planejamento naquilo que era emergencial e que realmente precisaria arrumar na casa o mais rápido possível. Agora o São João de Deus entra numa fase para aprimorar a gestão e a assistência voltada às práticas de saúde do mercado, e as pessoas precisam estar inseridas nisso para que elas possam se sentir pertencentes a um processo, um trabalho, um objetivo”, destacou.

Por fim, ela explicou que o ideal seria elaborar um Planejamento Estratégico para os próximos cinco anos. Porém, um futuro com muitas variáveis devido aos pactos feitos com SUS que ainda estão em aprovação no Ministério da Saúde, fez com que fosse definido um modelo apenas para os próximos dois anos (2019/2020). “Temos alguns cenários diferentes porque estamos atrás de algumas habilitações importantes como o PAR – Plano de Ação Regional, que mudará muito e de forma positiva a estrutura da instituição. Por isso vamos fazer um planejamento de apenas dois anos. Mesmo sendo para dois anos é importantíssimo que estes colaboradores se sintam parte desta instituição, que eles são os responsáveis por cada ação, por cada mudança e atitude de sustentabilidade aqui dentro!”, finalizou.

A segunda etapa do desenvolvimento do Planejamento Estratégico 2019/2020 está programada para a próxima semana e consiste na definição da nova identidade organizacional, que também contará com o envolvimento de todas as lideranças.

 

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.