Bolsonaro passa por cirurgia de emergência


O candidato à presidência Jair Bolsonaro, do PSL, passa por cirurgia neste momento para tratar uma aderência que está obstruindo seu intetino delgado, segundo boletim médico divulgado há pouco pelo Hospital Albert Einstein, onde está internado desde o último sábado, dia 7 – Bolsonaro “evoluiu agora com distensão abdominal progressiva e náuseas, foi submetido a uma tomografia de abdômen”. O exame mostrou a presença da obstrução e a indicação foi o tratamento cirúrgico.

Bolsonaro foi submetido a uma cirurgia de emergência na noite desta última quarta-feira (12) no Albert Einstein –  Conforme informações do hospital, ele teve náuseas e ao ser submetido a uma tomografia foi constatado que havia uma aderência que estava obstruindo o intestino delgado – Com a cirurgia foram retiradas as aderências e corrigida um fistula que surgiu em uma das suturas feitas na operação após o atentado em Juiz de Fora. A cirurgia durou um pouco mais de uma hora. Os médicos decidiram pela operação quando ficou claro que o quadro evoluiu para uma obstrução completa do intestino delgado e corria o risco de uma necrose de partes do órgão. São decorrências comuns neste tipo de operação, mas é grave se não houver uma rápida interferência.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.