Jaime Martins diz ter sido sondado pelo PT e PSDB para vaga ao Senado


Por: Yasmin Oliveira 

Apenas um dia após anunciar a sua saída das eleições para senador, o Deputado Federal Jaime Martins (PROS), concedeu uma coletiva de imprensa nesta sexta feira (24), onde era possível perceber um tom de tranquilidade em suas falas e contou sobre uma possível reeleição, até mesmo em outro partido.

Iniciando a coletiva, Jaiminho contou que estava criando a sua candidatura a partir de uma terceira base independente, que pudesse dar um ar de esperança aos mineiros, e por isso estava ligado ao projeto de Marcio Lacerda, ex-prefeito de BH. Por questões de “detalhes”, como o mesmo diz, o partido resolveu lançar Adalclver Lopes e Jaime ficaria como vice ou senador.

O Deputado também contou que, não descarta a possibilidade de uma reeleição  já que logo após um dia de sua saída foi procurado pelo PT e PSDB,lhe propondo sua filiação aos partidos.  As propostas estão sendo analisadas e a sua decisão sairá em breve.

A coligação do PSDB já possui chapa completa, porem abririam mão de um dos candidatos para que Jaime entrasse na disputa para o Senado. Os candidatos já registrados são Rodrigo Pacheco (DEM) e Dinis Pinheiro (SD).

No PT ficaria com a segunda vaga do Senado, pois a primeira já é da ex-presidente, Dilma Rousseff, que segundo o partido tem um grande potencial para pedir votos e conseguiria a eleição de dois senadores. Jaime lembrou que foi um dos que votou a favor do impeachment da ex-presidente.

“[…] É uma reflexão curiosa, porque eu votei pela cassação da Dilma, receber esse convite me deixa até um pouco assim curioso da minha trajetória […]. Minha trajetória permite que mesmo que eu tenha sido duro em determinado momento ainda resta espaço para um diálogo e busca de uma coisa boa para Minas Gerais”.

Lembrou-se da campanha de Bruce, candidato Deputado Federal,e acredita também que sua reeleição possa colocar em xeque a candidatura do filho. Disse ainda saber que a campanha de Bruce cresce a cada dia que passa.

As propostas serão analisadas, até mesmo a de não se candidatar a nenhum cargo, pois assim não atrapalharia a campanha do filho a Deputado Federal.

Editor Executivo: Geraldo Passos

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.