LULA mesmo preso tem 37%; Bolsonaro, 18%; Marina, 6%; Ciro, 5%; Alckmin, 5%; Grande mídia mostra Haddad com 4%, mas sem chances de crescer com desistência de Lula


Mesmo preso, o ex-presidente Lula, segundo pesquisa do IBOPE/ESTADO/TV GLOBO, divulgada nesta última segunda-feira (20), mostra que o ex-presidente lidera a corrida presidencial, com 37% das intenções de voto. O deputado federal Jair Bolsonaro (PSL) ocupa o segundo lugar, com 18%. Marina Silva (Rede) é a terceira, com 6%, e Ciro Gomes (PDT) o quarto, com 5%, assim como o tucano Geraldo Alckmin. 

Já no cenário sem Lula, Bolsonaro (PSL) lidera a corrida presidencial, com 20% das intenções de voto, seguido por Marina, com 12%, e Ciro, com 9%.

Como Lula foi condenado em segunda instância e está preso, essa situação pode ser alterada a qualquer momento pela Justiça Eleitoral. Ou seja, o cenário mais provável da corrida eleitoral é aquele em que ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad figura como candidato do PT.

Nesse caso, Haddad que tem 4% e aparece numericamente atrás do ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin, candidato pelo PSDB, que tem 7% das intenções de voto, mesmo contra a vontade da grande mídia que quer passar a imagem de que o petista não crescerá, deverá crescer muito com o apoio de Lula, se a justiça barrar definitivamente sua candidatura.

Esta é a primeira pesquisa Ibope desde o início oficial da campanha, e também desde a definição de que haverá 13 candidatos a presidente. Como os levantamentos anteriores incluíam mais candidatos, entre eles Manuela D’Ávila (PCdoB) e Flávio Rocha (PRB), não é correto comparar os resultados atuais com aqueles.

O Ibope ouviu 2.002 eleitores, em 142 municípios, entre os dias 17 e 19 de agosto. A margem de erro do levantamento é de dois pontos porcentuais para mais ou para menos. O registro na Justiça Eleitoral foi feito sob o protocolo BR-01665/2018. Os contratantes foram o Estado e a TV Globo.

 

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.