Lei Maria da Penha completa 12 anos e é lembrada em reunião ordinária da Câmara


Por: Yasmin Oliveira

Vitor Correia

 

A lei Maria da Penha (nº 11.340/2006) completa nesta terça-feira 12 anos, criada para coibir a violência doméstica e familiar contra a mulher. Tendo em vista a necessidade de melhorar a eficácia na aplicação da legislação e de buscar a atenção das pessoas, a Vereadora Janete Aparecida em reunião Ordinária na Câmara de Divinópolis, defendeu e reforçou o apoio às mulheres.

Os recentes casos ocorrentes no Brasil foram ressaltados pela parlamentar, como a morte da advogada Tatiane Spitzner, de 29 anos, que sofreu agressões pelo Marido Luís Felipe Monvailer, além de vários outros, alguns tratados como feminicídio.

A necessidade de se voltar atenção não só para a data em especial, mas como uma lei que precisa ser fortificada é lembrada por Janete. Ela que usou do velho ditado, contudo, com uma modificação: “Em briga de marido e mulher, se mete a colher sim”, salientou a importância de se fazer a denúncia em casos de agressão tanto física como psicológica. Além disso, a vereadora disse ser fundamental a participação dos políticos, para que estes possam impulsionar o assunto.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.