Taxistas de Divinópolis querem regulamentação do serviço; com isenção da cobrança da CGO (Custo de Gerenciamento Operacional)


Cerca de 50 taxistas estiveram na tarde desta última sexta-feira (13), na Câmara Municipal de Divinópolis, reunidos com alguns vereadores com o objetivo de pedir apoio às algumas regulamentações nos serviços de transporte da classe –  Uma das principais exigências da categoria, é que o serviço seja isentado da cobrança da CGO – Custo de Gerenciamento Operacional, assim como já é isento o transporte coletivo através da Lei 8075/2015.

Além do desejo de implantação da lei de regulamentação dos táxis a classe pontuou as seguintes exigências:

– Carro sedam/ com porta malas
– Circulação de carros fabricados a partir de 2016
– Cor predominante para identificação dos veículos
– Adesivos de identificação nas laterais e traseira
– Carteira de identificação
– Uniforme para os motoristas
– Transferência do ponto por hereditariedade
– Inclusão do terceiro motorista para cada carro

Os taxistas reivindicaram maior rigor na fiscalização dos serviços feitos por aplicativos, e ainda anunciaram que também estão desenvolvendo um aplicativo para melhor atender as chamadas de clientes pelos smartphones.

Porém, reivindicaram que a conduta de alguns motoristas de aplicativos pode causar insegurança ao cliente, uma vez que podem não ser cadastrados e estarem trabalhando irregularmente na cidade.

Outra sugestão dada pelos taxistas foi de ser feita uma parceria com a Polícia Militar, para intensificar as fiscalizações nos fins de semana.

O Presidente Adair Otaviano disse que já esteve com o prefeito na companhia do presidente da Associação dos taxistas, e a posição do Chefe do Executivo foi de atendê-los e tentar da melhor forma, solucionar a situação da classe.

O advogado do sindicato dos taxistas disse na reunião que também fará um anteprojeto que regulamente a cobrança igualitária da CGO para que seja levado à reunião no Executivo.

 

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.