Prefeitura em Nota diz que preços de equipamentos para o aeroporto funcionar é maior que os R$ 121 mil reais oferecidos pela ACID


No dia 6 de abril, há uma semana, o presidente da ACID – Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Divinópolis, Leo Gabriel, convocou uma entrevista coletiva para anunciar que, com apenas R$ 121 mil reais era possível comprar os três equipamentos, que no seu entendimento poderiam fazer com que o aeroporto Brigadeiro Cabral voltasse a funcionar recebendo voos da AZUL – Porém, o anúncio foi feito, sem que Leo Gabriel tivesse tido qualquer reunião com algum membro representante do Executivo. E somente nesta sexta-feira (13), é que isso ocorreu – O presidente da ACID, em resposta ao questionamento do Divinews, respondeu que a Prefeitura lhe informou que só iria se posicionar na próxima terça-feira (17), prazo final para a Infraero se manifestar sobre sua vinda para Divinópolis – Ocorre que, logo após a saída do presidente da ACID da reunião, a Comunicação da Prefeitura emitiu a seguinte Nota Oficial:

Divinópolis, 13 de abril de 2018 – A Prefeitura de Divinópolis reafirma seu propósito de buscar parcerias que possam, dentro da legalidade, representar avanços na gestão pública em prol da nossa população. É com este sentimento que o município ressalta a nobre intenção da sociedade organizada que, pelas representações de classe, busca mecanismos para a viabilização da linha aérea para atender o município.

Porém, é preciso esclarecer que a importante e substancial ajuda proposta, de R$ 120 mil, não seria suficiente para o reaparelhamento do Aeroporto Brigadeiro Cabral para que este se encaixasse nos critérios de segurança exigidos pelas Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Segundo levantamento da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, tal custo giraria em torno de R$ 500 mil apenas em equipamentos, não inseridos nesse valor os custos com pessoal.

Acatar essa possibilidade diante de tal discrepância entre valores reabriria a ciranda financeira que inviabilizou a manutenção dos voos. Diante disso, a Administração Municipal continua mantendo contatos com diversos segmentos ligados à aviação civil para chegar a uma solução definitiva para o Aeroporto Brigadeiro Cabral; assim, garantiria essa importante conexão empresarial com o Brasil e com o mundo, sem, porém, penalizar o contribuinte.

2 comentários em “Prefeitura em Nota diz que preços de equipamentos para o aeroporto funcionar é maior que os R$ 121 mil reais oferecidos pela ACID

  • 14 de abril de 2018 em 20:10
    Permalink

    VOU CONVERSAR COM O PREFEITO DE CAJURU E VAMOS LEVAR A LINHA DA AZUL PRA LÁ.. CAJURU TEM UM AEROPORTO MUITO MEHOR QUE ESTE DE DIVINOPOLIS COM MUITO MAIS CONDIÇÕES DE TETO localização e para receber aeronaves maiores

    Resposta
  • 13 de abril de 2018 em 22:33
    Permalink

    Que feiúra!!!! Léo Gabriel querendo se promover em cima de mentiras. Se custa apenas 121.000,00 pq a acid não assume o aeroporto? Essa cidade tá cheia de malandros! Donos de jornais locais q distorcem a realidade dos fatos para tentar se reerguer! Ou será q é pq a torneirinha secou e precisam pressionar a prefeitura? Divinópolis já tem problemas demais e é inadmissível e lastimável a atitude de alguns OPORTUNISTAS!!!!!

    Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

COMENTÁRIO SEM IDENTIFICAÇÃO DO FACEBOOK