Através de vídeo, vereador “agradece” matéria de emissora de TV; depois diz que informação do MP é errada e difamatória, sobre sua denúncia de improbidade administrativa


O vereador Delano Santiago, após a publicação de uma matéria na TV Integração, na noite desta terça (20), em que foi acusado pelo MP, junto com o ex-secretário de saúde de Divinópolis, David Maia de improbidade administrativa, por supostamente ter recebido cerca de R$ 16 mil reais por preceptoria não prestada a alunos de medicina da UFSJ, gravou um vídeo em que ele estranha a matéria publicada pela emissora, por que sequer foi notificado da acusação que pesa contra ele, que em nenhum momento foi chamado para explicar nada: “Eu não assinei nada”, comentando a matéria da emissora de televisão, que colocou no ar a fala do promotor de justiça Sérgio Gildin: “o vereador teria sido designado para fazer preceptoria de alunos da Faculdade Federal de São João Del Rei, acompanha-los em atividade praticas aqui no município em postos de saúde, ele teria recebido honorários, mas não teria tido nenhuma preceptoria efetivamente. Ou seja, ele não teria acompanhado nenhum aluno”.

O vereador, após “agradecer” a matéria da emissora de TV, por dar oportunidade dele ter visibilidade e dizer não acreditar que os fatos tenham partido do Ministério Público, pois o considera uma instituição séria, em seu vídeo disse que, se tivesse que se sujar, não seria por R$ 16 mil reais e sim por R$ 16 milhões.

Ao Divinews o vereador após gravar o vídeo, já na noite desta mesma terça-feira, afirmou está com a consciência tranquila. Pois, se houve algum ato ilícito, foi cometido pelo secretário de saúde, por que ele não tem nada assinado com a Universidade de São João Del Rei.

O vereador Delano Santiago, ao fazer sua transmissão ao vivo, parece não ter tido conhecimento que foi o promotor Sérgio Gildin quem deu a entrevista para a emissora de televisão, pois disse: “Nós precisamos saber de qual promotor partiu essa informação uma informação inequívoca, uma informação errada e difamatória, e que foi informado por um repórter que eu fui notificado. A notificação é por escrito. E eu quero esclarecer a você meu eleitor fiel, divinopolitano, que se trata de uma inverdade. 16 mil reais para quem me conhece é muito pouco, pelas posses que eu tenho, fruto do meu trabalho, dos meus plantões, é muito pouco para eu suja minhas mãos. Se fosse 16 milhões”

Na continuidade do vídeo o edil afirmo: “O promotor que incentivou que isso acontecesse, que ele possa aparecer, para que possamos discutir a verdade. Mas eu acredito na responsabilidade da Promotoria Pública. Eu tenho certeza que não partiu da Promotoria essa difamação que hoje eu tive a oportunidade de aparecer pela TV Integração”

Delano esclareceu que o ex-secretário do ex-prefeito Vladimir Azevedo, David Maia, lhe perguntou, se, pela Prefeitura Municipal de Divinópolis, ele tinha interesse em receber alunos da UFSJ, ele respondeu que sim, que estava disponível. E que ficou no posto de saúde Bom Pastor, aberto a receber tais alunos. E ainda que não tem nenhum contrato com a UFSJ, e que não foi ele quem fez, apenas foi contatado como médico que é, da rede pública, para poder acompanhar tais alunos.

O vereador finalizou sua fala no live do Facebook, questionando, se o MP vai também ficar do lado dele, por ele atender a população a mais do que o preconizado, falando que atende mais dez fichas a mais do que o necessário. Pois ele também é povo. Disse ainda que estava precisando aparecer por que estava sumido da televisão e que o assunto da semana será ele. Com o assunto improbidade administrativa, e que adora confusão, adora estar na mídia, e adora a democracia.

5 comentários em “Através de vídeo, vereador “agradece” matéria de emissora de TV; depois diz que informação do MP é errada e difamatória, sobre sua denúncia de improbidade administrativa

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

COMENTÁRIO SEM IDENTIFICAÇÃO DO FACEBOOK