CPI da Câmara de Vereadores de Divinópolis que investiga contrato da UPA com a Santa Casa de Formiga; deve ouvir médico Geraldo Couto


 

Como a  maioria dos vereadores da Câmara de Divinópolis estão em primeiro mandato, eles têm pouco ou nenhum conhecimento de como foi o início da administração da Santa Casa de Misericórdia de Formiga à frente da UPA Padre Roberto. Como foi realizada a licitação em que o hospital de Formiga, uma OS (Organização Social) recém montada,  ganhou a licitação de uma grande empresa de São Paulo, que  por apenas R$ 1 mil reais de diferença, saiu vitoriosa, na época em que o médico Geraldo Couto, era o todo poderoso em quase todas as áreas da saúde de Divinópolis, começando no Hospital São João de Deus, por ser um consultor da DICTUM, ex-interventora do HSJD nomeada pelo Ministério Público, além de ter sido o primeiro diretor da UPA.  Pelo envolvimento de Geraldo Couto com as duas unidades hospitalares, era uma mistura tão grande  que ficava difícil saber onde o local da linha divisora de gestão entre as duas. O fato é que, os vereadores carecem de muitas informações daquela época para conseguirem chegar a algum lugar com a investigação da Comissão Parlamentar de Inquérito. Caso contrário, o relatório final, será vazio. Não chegarão a lugar nenhum.  

Porém, segundo informações da Diretoria de Comunicação da Câmara, foi informado apenas que, os  cinco Vereadores nomeados para participarem da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) já realizaram a primeira reunião para dar início ao processo de apuração das denúncias contra a Unidade de Pronto Atendimento – Padre Roberto no município de Divinópolis, na qual estão relacionadas às investigações da gestão da unidade de saúde por parte da Santa Casa de Formiga.

E ainda que, nesta primeira reunião foram definidas as funções de cada um dos membros da CPI ao longo do processo. Como Presidente da Comissão ficou o Vereador Zé Luiz da Farmácia (PMN), a relatoria ficou a cargo do Vereador Renato Ferreira (PSDB), na função de Relações Públicas e como membros ficaram Raimundo Nonato (PDT) e Nêgo do Buritis (PEN).

O release é finalizado informando, que na terça-feira (27) os membros da CPI da UPA se reuniram novamente na Consultoria Jurídica da Câmara Municipal para programar a agenda de trabalho da comissão. De acordo com a Assessoria Jurídica da Casa, primeiramente serão enviadas as notificações para os órgãos competentes para em seguida serem solicitadas as documentações necessárias de cada órgão. A próxima reunião da Comissão Parlamentar de Inquérito será na quinta-feira, 1º de março às 12h30 na sala da Consultoria Jurídica.

Para entender melhor o papel de Geraldo Couto na UPA, leia também:

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

COMENTÁRIO SEM IDENTIFICAÇÃO DO FACEBOOK