CASO DO BEBÊ ENCONTRADO NO LIXÃO DE CLAUDIO: Delegado diz não ter pista de quem cometeu o crime (veja vídeos produzidos por Thiago Gois)


O delegado de Claudio, Leandro Candido da Silva, em entrevista para o jornalista Thiago Gois, da Folha Claudiense, disse que até o momento não tem nenhum indicio, nenhuma pista de quem possa ter jogado o corpo do bebê no lixão da cidade. Mas, levantou algumas possibilidades, de que o bebê tenha sido jogado no lixo da casa em que a criança morava, e depois os lixeiros transportaram o corpo para o lixão, sem saber o que estavam transportando, ou ainda que o corpo possa ter sido jogado diretamente no lixão – E que pela decomposição do corpo da criança, não tem como saber qual foi a causa da morte, nem o sexo – “Algumas coisas ficam difíceis da gente saber. Precisamos do auxílio da população para saber alguma coisa. Alguém pode saber do sumiço de uma criança”, disse o delegado – Leandro incentivou que a população faça a denúncia anônima através do 190 ou 181, para a Policia Militar ou a Policia Civil – Seguindo uma linha de investigação, O delegado explicou que vai conversar com as pessoas do caminhão de lixo para saber o itinerário, entre outros detalhes – Fala também da pena dos envolvidos; “Se houve a intenção de matar os autores serão enquadrados no crime de homicídio duplamente qualificado, será homicídio doloso. Já se a criança por qualquer motivo caiu e morreu, será homicídio culposo e ocultação de cadáver”.

O jornalista Thiago Gois conversou também com Hamilton, que trabalha no lixão da cidade e foi quem encontrou o bebê na manhã desta terça (27), junto com seu amigo que também trabalha no local.  Ele contou que o caminhão jogou o lixo na tarde de ontem, segunda-feira, por volta das 17h35min. Mas que naquele momento não viu nada, somente hoje que o seu amigo ao encontrar o corpo da criança o chamou para ver o que tinha encontrado. Hamilton contou que o corpo estava jogado, não estava nem em caixa e nem em nenhum saco.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.