Ex-funcionários da SORBON / KIBON acusam empresa de dar calote trabalhista; mas desfilam de carrões caríssimos


Depois que vários funcionários demitidos da empresa Sorbon, representante da conhecida marca  de sorvetes Kibon procuraram o site MPA para reclamarem que não estão recebendo os acordos trabalhistas que foram pactuados com o fechamento da empresa, ainda em agosto do ano passado, é que o assunto começou a repercutir nas redes sociais – Os empregados, ainda conforme informações do site, para facilitar o recebimento dos valores relacionados à rescisão fez um acordo para retirada da multa por rompimento do contrato trabalhista. E mesmo assim, a SORBON não teria liquidado os compromissos –Com isso os funcionários passam por difíceis dificuldades financeiras, e não conseguem pagar as suas contas de água, luz e aluguel – ainda conforme a matéria, após o não cumprimento dos acordos judiciais firmados em Primeira Instância, uma decisão de Segunda Instância determinou o pagamento do montante devido no dia 29 de janeiro, o que não aconteceu e deixou os trabalhadores ainda mais desapontados.  Eles alegam que os diretores estão operando sob outra razão social e destacam que o comportamento social dos proprietários demonstra poder aquisitivo suficiente para quitar a dívida.

A matéria do MPA é encerrada, dizendo que a reportagem entrou em contato com a empresa, através da linha telefônica que antes pertencia a Sorbon e constatou que a mesma hoje realmente atende a outra empresa.  Foi tentado contato com os diretores mas eles não se encontravam no momento.  Os funcionários que atenderam disseram não estar autorizados a dar informações. Foi deixado o número de telefone do repórter para que entrassem em contato posteriormente mas até o fechamento da reportagem não houve retorno.

EM ANDAMENTO: O Divinews tentará obter mais informações sobre os motivos dos atrasos nos pagamentos dos ex-funcionários.

 

 

 

2 comentários em “Ex-funcionários da SORBON / KIBON acusam empresa de dar calote trabalhista; mas desfilam de carrões caríssimos

  • 31 de janeiro de 2018 em 12:51
    Permalink

    vamos pagar as contas meu povo

    Resposta
  • 31 de janeiro de 2018 em 12:50
    Permalink

    que absurdo….vamos pagar as contas meu povo…

    Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.