“Ano que vem, quem vai socorrer a UPA? Será que esses empresários irresponsáveis vão dar sua contribuição” perguntou o vereador Ademir


Para não pairar nenhuma dúvida quanto ao teor do pronunciamento do vereador Ademir Silva (PSD), que foi quem colocou a última gota no copo cheio da discussão sobre o reajuste da planta genérica de valores do IPTU, e que fez o copo transbordar quando ele se dirigiu aos empresários, os chamando de irresponsáveis, por pressionar para que o IPTU não seja votado esse ano, somente em abril, e com isso em 2018 o governo não poderá ter os recursos financeiros advindo de tal reajuste, somente em 2019, resolvemos transcrever na íntegra todo o pronunciamento do vereador

Ele iniciou o uso do seu tempo regimental, falando sobre a visita que fez ao Bispo Dom José Carlos, estranhamente na companhia do vereador tucano Renato Ferreira, que está afastado dos trabalhos legislativo por um problema de saúde, e não tem comparecido na Câmara nestes períodos turbulentos de votação do IPTU. “Ontem, eu e o vereador Renato estivemos reunidos com o Bispo Dom José Carlos, e conversamos por mais ou menos umas duas horas a respeito do projeto da planta de valores, a respeito de saúde, a respeito de Divinópolis. Em geral conversamos sobre Divinópolis” – Mais na frente, foi que Ademir entrou efetivamente no polêmico assunto do IPTU, dizendo:

“Ontem (quarta-feira-20), tive duas reuniões com o prefeito Galileu. Em uma ele esclareceu que está tirando o dinheiro de pagamento de funcionários para que seja comprado remédio para colocar na UPA. O 13º dos funcionários será escalonado, vai começar a pagar no dia 4 de janeiro para que não falte medicamentos lá na UPA. Infelizmente a UPA está em estado de calamidade. E nós pedimos ele. Eu, o vereador Marcos Vinicius e mais outros vereadores para que ele decrete, o mais rápido possível esse decreto de calamidade financeira da UPA”

“Falamos ainda dessa falta de recurso que Divinópolis está passando. Ainda ontem não tinha, ontem era dia 20 de dezembro, o governo do Estado, ainda não tinha passado a parte de ICMS de Divinópolis. E em dezembro está completando 30 parcelas da contrapartida do Estado para a UPA de R$ 125 mil”

A seguir o vereador leu um relatório feito pelo Lobão que foi entregue para o Rogério Barbieri, em que é relatado o já conhecido caos da Unidade de Pronto Atendimento, agravado pela descontinuidade da prestação de serviço de fornecimento de alimentação para os funcionários e pacientes daquela unidade hospitalar. Acrescido de mais um grande problema, que é ameaça de paralisação da empresa que faz o transporte de materiais biológicos para realização de exames, que também acumula atrasos, que inviabilizam a manutenção do serviço, assim como o baixo estoque de medicamentos, ou até mesmo a sua inexistência, colocando a vida dos pacientes em riscos.

Após terminar a leitura do comunicado de Lobão, Ademir entrou efetivamente na parte em que é acusado de ter destratado os empresários: “Esse comunicado foi no dia 21 de novembro de 2017, já estamos com um mês. Estivemos reunidos com o Prefeito Galileu, já tentando fazer esse decreto de calamidade financeira. A coisa está piorando cada vez mais. Se nós não tomarmos uma posição e assumirmos a nossa posição, o ano que vem vai estar muito pior. O ano que vem, vai fechar, essa ano ainda não fechou por que o deputado federal, trouxe R$ 1 milhão, Jaime Martins, mais R$ 1 milhão – Mas se nós não tomarmos uma posição definitiva para que a gente de condição de trabalho ao nosso prefeito, infelizmente nós vamos ver as pessoas que precisam da UPA, as pessoas pobres, que estão sem condições financeira de pagar um plano de saúde, as pessoas que estão sem condições de ir no médico e pagar R$ 300, R$ 400 reais uma consulta, nós teremos lá na UPA as portas lacradas, e aí já era. QUEM VAI NOS SOCORRER? Infelizmente o projeto da planta de valores do IPTU que está tentando corrigir uma injustiça social que acontece em Divinópolis. ONDE NÓS VEMOS EMPRESARIOS FAZENDO ESPECULAÇÃO IMOBILIÁRIA COM 1000, 400, 300 LOTES, PAGANDO UMA MIXARIA, UMA NINHARIA. NÓS TEMOS MAIS DE 28 MIL LOTES EM DIVINÓPOLIS QUE PAGA MENOS QUE 20 REAIS DE IPTU, E LOTES BEM LOCALIZADOS, COM INFRAESTRUTURA”

Agora vem a parte que os representantes dos empresários presentes na Câmara não gostaram nem um pouco de ouvir: “E AI FICA ESSE POVO PRESSIONANDO OS VEREADORES PARA VOTAR CONTRA, ANO QUE VEM, QUEM VAI SOCORRER A UPA? SERÁ QUE ESSES EMPRESARIOS IRRESPONSÁVEIS VAI LIGAR AQUI E VAI DAR SUA CONTRIBUIÇÃO? NINGUÉM VAI DAR CONTRIBUIÇÃO, SE NÃO SAIR DO DINHEIRO DO GOVERNO.

 

11 comentários em ““Ano que vem, quem vai socorrer a UPA? Será que esses empresários irresponsáveis vão dar sua contribuição” perguntou o vereador Ademir

  • 27 de dezembro de 2017 em 15:45
    Permalink

    Vai trabalhar em um projeto pra voltar a cobrar o CGO das empresas de onibus seu hipócrita, e não vem fuder conosco quer aumentar a receita aumentar de quem tem receita!!!!

    Resposta
  • 27 de dezembro de 2017 em 15:42
    Permalink

    Vereador você deveria ser menos otário, em jogar a questão da UPA para a torcida, o ultimo vereador que quis fazer isso com o hospital São João de Deus Edimision Andrade se deu mau, dançou e olha que ele foi só contra os servidores, vc seu idiota esta indo contra toda a população pense bem se em tempo de vacas magras é tempo de passar algum reajuste para o contribuinte?

    Resposta
  • 26 de dezembro de 2017 em 17:21
    Permalink

    divinopolias e uma cidade que vai acabando todo ano desde quando a kaiser e coca cola se foi,a fabrica da mercedes bens a iveco a miller queria vir para ca mais nao vierao porque? a prefeitura nao da iniciativa nao ajuda nao ajuda nao da incetivos para as tais .aqui em divinopolis para aprovar um projeto de loteamanto leva em media 3 anos enquanto outras cidades proxima daqui maximo 3 meses,aqui tem um grupimho de empresarios que manda na cidade e nao deixa ela creser

    Resposta
  • 26 de dezembro de 2017 em 17:15
    Permalink

    tem que reuizir a maquina publica municipal começando com salario do executivo secretarios veradores assesores contrados comissioanados cabides de empregos 1 pelomenos 50% vereador tem que ganhar salario de professor e

    Resposta
  • 26 de dezembro de 2017 em 17:08
    Permalink

    Sinto, mas não vai ser mais eleito viu vereador!

    Resposta
  • 23 de dezembro de 2017 em 10:12
    Permalink

    Vc sabia que 50% do IPVA é de vcs? Faça um bom uso dele que alcança os objetivos. Nao sei se o sr. sabe mais o ipva vem para o municipio para colocar na saúde. Quantos milhões vcs nao recebem ate março com o ipva que ja é um absurdo

    Resposta
  • 23 de dezembro de 2017 em 09:09
    Permalink

    Estes vereadores do Galileu deveriam tomar vergonha na cara. ‘Este ai deve ter vários cargos na prefeitura.

    Resposta
  • 22 de dezembro de 2017 em 19:44
    Permalink

    grande vereadooooor e so diminuir o numero de vereadores deputados estaduais e federais e senadores acabar com os privilegios dos senhores parar de pedir boquinhas para os seus apaziquados aos prefeitos governadores e ao presidente e todos agirem com extrema e exageradamente cautelosos e cuidadosos com o dinheiro publico que salva o BRASIL da derrocada MAS SERA QUE VOCES REALMENTE QUEREM SALVAR O PAIS

    Resposta
  • 22 de dezembro de 2017 em 17:38
    Permalink

    Até ano passado o Iptu dava tanto lucro que até prêmio tinha pra quem pagasse em dia

    Resposta
  • 22 de dezembro de 2017 em 09:11
    Permalink

    O vereador está certíssimo. Chega de populismo, seja ele para o pobre, seja ele para o rico. Aproveito para cobrar do Vereador Roger Viegas uma posição firme sobre a aprovação ou não da planta do IPTU.

    Resposta
    • 28 de dezembro de 2017 em 14:46
      Permalink

      Eduardo tenha responsabilidade no que posta que alavanca Divinópolis hoje Sá o os empresários , tomou uma lavada do presidente do sinvesd e vc fica defendendo isso , aposto que vc deve ser um desses malandros de Divinópolis

      Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.