UPA Padre Roberto normaliza atendimento fora da urgência e emergência; aval de deputado foi fundamental


Após o aval do deputado federal Domingos Sávio (PSDB) que esteve reunido com os médicos na manhã desta quarta-feira (15), junto com os vereadores Renato Ferreira, e Janete Aparecida, garantindo que sua emenda de R$ 1 milhão será liberada até no máximo dia 30 deste mês, novembro, e que o repasse de R$ 500 mil do governo federal já está depositado, é que os médicos resolveram retomar o atendimento de todos os pacientes e não apenas o de urgência e emergência, que em momento algum foi interrompido – Segundo a vereadora Janete Aparecida e o vereador Renato Ferreira, que estiveram bastantes atuantes no processo da aceitação da proposta feita pelo Governo, inicialmente os médicos estavam bastantes reticentes.  O diretor clinico, Rodolfo Monteiro Barbosa colheu o voto através de ligações telefônicas para 36 médicos. Os vereadores também tiveram que “avalizar” colocando as suas assinaturas e cpf no documento. Somente após a chegada do deputado federal Domingos Sávio, autor da emenda de R$ 1 milhão que quitará a folha o salário de setembro, é que os médicos concordaram em retornar – Conforme explicação da vereadora Janete os R$ 500 mil que já foram depositados pelo Governo Federal quitará o atraso do mês de agosto, até no dia 22, ou seja, a próxima quarta-feira; a emenda de R$ 1 milhão será usada para pagar o mês de setembro; e no dia 20 de dezembro deverá ser pago o mês de outubro – Conforme o documento de aceite de retorno assinado, também foi dito pessoalmente, de viva voz para Domingos Savio, Renato Ferreira e Janete Aparecida, que se o acordo não for cumprido eles paralisarão novamente o atendimento da UPA – Solicitam ainda que o gerente da UPA, contratado pela Santa Casa de Misericórdia que fez pesadas denúncias contra a OS, possa retornar ao cargo – Conforme a vereadora Janete Aparecida, que manteve contato com o deputado federal Jaime Martins, poderá ocorrer  uma reunião do parlamentar com o diretor técnico, e existe ainda a possibilidade que Jaime possa destinar alguma emenda para ajudar na resolução do problema. 

LEIA TAMBÉM

Secretário de saúde leva proposta para médicos da UPA decidirem normalização ou não de atendimento; seguem em reunião

 

2 comentários em “UPA Padre Roberto normaliza atendimento fora da urgência e emergência; aval de deputado foi fundamental

  • 17 de novembro de 2017 em 23:50
    Permalink

    É uma vergonha, é constrangedor uma cidade igual Divinopolis ter uma saúde tão precária, parabéns ao Dr Delano que mostrou como são tratadas pessoas na upa, são tratados como bichos nem compara a bichos pq eles são bem tratados, não estou falando de funcionários em geral pq eles trabalham muito e sem pagamento é horrível. Dr Delano nao mostrou o pessoal tomando soro passando mal, desmaiando sentados nestas cadeiras comuns sem nem um conforto com ganchos na parede para pendurar o soro. Olhem isto gente ajuda isto é desumano. No mais parabéns a todos pelo empenho de fazer a UPA funcionar ajudar um povo que já é tão sofrido. Vamos olhar com carinho.. Obrigado a todos pela luta.

    Resposta
  • 15 de novembro de 2017 em 18:27
    Permalink

    Acho interessante como é a classe médica.
    A grande parte, estuda em Universidades Públicas que são administradas com dinheiro público. Além de terem um ensino de qualidade, tem alojamentos e tantos outros benefícios enquanto são estudantes. Depois que formam só pensam em dinheiro.
    Deveria de ter uma lei obrigando todos os estudantes de universidades publicas, principalmente os médicos, prestarem algum tipo de serviço gratuito por um período de tempo.
    Afinal não pagaram mensalidades. Quem custeou seus estudos foram nós que pagamos impostos.

    Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

COMENTÁRIO SEM IDENTIFICAÇÃO DO FACEBOOK