McDonald´s obriga funcionária a ficar nua diante de colegas; Rede foi condenada pelo TST a pagar indenização de R$ 30 mil


A franqueadora da rede de fast food McDonald´s na America Latina, a Arcos Dourada, foi condenada pelo Tribunal Superior do Trabalho a pagar uma indenização de R$ 30 mil reais a uma funcionária da rede. Conforme consta no processo a funcionaria teria sido obrigada pelo gerente da loja em que trabalhava, no Rio de Janeiro, a ficar nua diante de outras funcionárias – O caso foi em 2013, após a gerencia ter sido comunicada que dois celulares haviam sido furtados de outros funcionários da unidade em que ela trabalhava. As funcionárias foram levadas para o banheiro do estabelecimento, e apresar dos celulares terem sidos encontrados com outra funcionária, as duas foram obrigadas a se despirem – Na decisão da 3ª Turma do TST, os ministros decidiram, por unanimidade, que a funcionária, que na época era menor de 18 anos, sofreu ‘tratamento vexatório e humilhante’, que desrespeitaram os ‘princípios fundamentais da dignidade da pessoa humana’.

 

 

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.