Presidente da Câmara de Divinópolis diz que Jornal Agora é “jornaleco”. Ao receber R$ 1,9 milhão afundou a cidade e que Coronel Faria é mentiroso


A verdade é que, há alguns meses, o Gazeta do Oeste, publicou uma série de matérias, que, segundo o presidente Adair Otaviano, não condizia com a verdade, e naquela ocasião, ele exibiu o jornal no plenário e também o chamou de “jornaleco”. Ocorre que na penúltima reunião ordinária, no dia 24, Adair criticou uma matéria do Jornal Agora, mas não exibiu a capa do jornal, como fez anteriormente com o Gazeta. Isso lhe rendeu através de um editorial do Gazeta, uma cobrança de isonomia de tratamento. E na reunião ordinária de ontem, o presidente não apenas exibiu o jornal, mas despejou várias criticas em direção ao Jornal Agora: “Tem um jornal na nossa cidade, na semana passada eu não falei o nome dele, mas quero mostrar ele (solicitou ao câmera que focalizasse) foque esse jornal aqui, bem de pertinho. Estou falando do Jornal Agora. Duas matérias preto no branco, que a pessoa que escreve veio mentir sobre o vereador Adair Otaviano. No jornal do dia 26 e 27 deste final de semana, ele levantou uma calunia contra o vereador Adair Otaviano. Eu desafio o colunista, coronel Pedro Magalhães de Faria, a provar o que ele escreveu aqui (exibiu o jornal). Mentiroso! É UM MENTIROSO. Daquele que eu denunciei aqui, o seu grupo, Grupo Pemafa, Jornal Agora, Super Guia, Outdoor, Rádio Sucesso, Busdoor, recebeu, R$ 1.930.532,01 (Um milhão, novecentos e trinta mil, quinhentos e trinta e dois reais e um centavo), de publicidade em épocas de vacas magras. É esse tipo de pessoa que afunda nossa cidade, que destrói a nossa cidade e não o vereador Adair Otaviano, mas eu desafio o colunista, esse mentiroso que está denegrindo o vereador Adair com mentiras, a provar o que ele falou nesta coluna. JORNAL MENTIROSO, JORNALECO” finalizou seu desabafo, o presidente da Câmara de Vereadores de Divinópolis.

Os textos de autoria de Faria, que provocaram a ira do Presidente da Câmara contra o Agora

Amigos de Adair Otaviano têm orientado o presidente da Câmara a fazer um acompanhamento psicológico para conter o comportamento irascível e desalinhado com os limites estatutários da Casa Legislativa. 

…explica 

Falam mais: que ele se considera o legítimo herdeiro de Galileu Machado. “Ele acha que o véio está gagá e por isso as ideias dele [Otaviano] vão prevalecer em todos os aspectos”. Ou seja: ele se vê dono do espólio eleitoral de Galileu, construído ao longo de 41 anos na vida pública. 

Incendiário 

Na quinta-feira da semana passada, Edson Sousa e Delano Santiago tentaram convencer Galileu das consequências da liderança explosiva de Adair Otaviano. No entanto, “Machado parece não ler jornais ou acompanhar críticos do comportamento agressivo e o desgaste com colegas de plenário, órgãos de imprensa e deputados”, analisa um edil.  

Denunciado 

Denunciado pelos vereadores Delano e Janete, Odair é o primeiro presidente da Câmara na história do legislativo local a ser submetido ao Conselho de Ética. “Ao invés de alianças, ele tem feito pontes de isopor para os colegas caírem e tenta colocar arame farpado para destruir, por isso está na mira dos ofendidos”, diz um dos seus pares.  

Mágoa 

O vereador Sargento Elton, relator do Conselho de Ética da Câmara, não esquece os atritos e situações constrangedoras. Desta vez, a matemática pode funcionar, como nunca antes, na Câmara, vaticina um analista.  

Cara 

 Nessa onda de colecionar desafetos, Adair tem refrescado a memória de jornalistas que acompanharam um fato pitoresco na vida pública dele. O fato ocorreu quando, ainda estudante de Direito, ele enviou um assessor legislativo para ocupar o lugar dele na audiência com o juiz Mauro Riuji, enquanto Adair estava na Câmara. 

Crachá 

Conhecido pelo rigor e disciplina oriental, o magistrado percebeu a tramoia e denunciou o caso, que virou manchete e ficou conhecido entre os profissionais da imprensa como o episódio “Cara crachá”.

 

Parte do Editorial do Gazeta do Oeste (25/8) que cobra isonomia de tratamento do presidente com o Jornal Agora

“Mais uma vez o presidente da Casa arrumou uma briga com outro jornal impresso de Divinópolis, mas não teve a mesma coragem do início do ano. Adair sequer citou o jornal ao qual estava criticando, e assim, abrindo espaço para dúvidas. Porém, nós queremos deixar bem claro que não se trata do Jornal Gazeta do Oeste. O “jornaleco” ao qual o presidente da Câmara Muni­cipal se referia, não era o Gazeta do Oeste. Um homem que não respeita seus pares, que não tem coragem de mostrar com quem está brigando desta vez, que força um vereador do seu partido a renunciar à presidência da Comissão de Saúde e outro o cargo de líder do governo, mostra que não está apto para o poder que lhe foi dado. E no meio disso tudo, Divinópolis continua de mal a pior”, afirmou o editorial do Gazeta.

 

2 comentários em “Presidente da Câmara de Divinópolis diz que Jornal Agora é “jornaleco”. Ao receber R$ 1,9 milhão afundou a cidade e que Coronel Faria é mentiroso

  • 31 de agosto de 2017 em 13:46
    Permalink

    Uma pessoa para ser Presidente de uma Câmara, precisa ser temperado, escutar muito, falar pouco além de ser um pacificador. Se estas características não estiverem presente no atual Presidente da Câmara, é preciso que todos os vereadores sentem com ele, e imponham-lhes condições para continuar a presidir a casa. Caso não aceite, que o Conselho de Ética seja acionado e ele cassado.

    Resposta
  • 31 de agosto de 2017 em 10:44
    Permalink

    O mais engraçado é que este mesmo parlamentar enviou seu assessor em um processo que abri reclamando da baixa qualidade dos serviços de transporte coletivo da cidade. Processo 0183268.45.2014.8.13.0223. Até hoje não entendi como um parlamentar como ele assumiu a frente da casa legislativa de Divinópolis. Por isso a cidade encontra-se em decadência, a câmara municipal virou um ringue de briguinhas fúteis, parecem que estão lá para ver quem arma o maior circo. Cleitinho grita de um lado sem saber o que diz, Kaboja grita de outro porque fecharam um bar, Adair grita se achando o centro do universo e o restante está lá para preencher o quadro e receber seus micro sálarios, Aff, CHEGA DISSO QUE TÁ FEIO!!! Que tal uma comissão econômica para se restabelecer a economia local? Que tal uma comissão de saúde para a população tenha uma saúde digna? Que tal uma comissão de infraestrutura para desenvolver a logística da cidade. É FEIO ESSE PAPELÃO TODO.

    Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.